fbpx
Time de leituras selecionadas na Livraria Sentinela – Estoque limitado!

DUAS NOVIDADES!

As Cruzadas: Uma História – Jonathan Riley-Smith

R$89,90R$66,90

As cruzadas: uma história é o retrato definitivo de um assunto fundamental na história medieval. Autoridade na matéria, Jonathan Riley-Smith explora os antecedentes das cruzadas, seus principais agentes e as suas experiências no conflito, produzindo assim um texto acessível e ao mesmo tempo abrangente.

Esta é uma leitura imprescindível para todo e qualquer estudante ou estudioso a fim de entender as cruzadas e o seu significado no curso da história mundial.

 

O Homem e os Outros – José Ortega y Gasset

R$67,41 R$53,53

Nos cursos que deram origem a este escrito, Ortega y Gasset se propôs a analisar a realidade que constitui o “fato social”, isto é, o que vem a ser de facto isto que chamamos de sociedade, de vida social e de eu-social. É reconhecidamente a investigação mais sociológica de toda a sua obra, mas, como não poderia deixar de ser, está calcada na mais rigorosa técnica filosófica e na observação e descrição da realidade como ela se apresenta. Esta edição, além do texto principal, traz também, como prefácio, um artigo de Paulino Garagorri, principal responsável pela edição das Obras Completas de Ortega, e, como apêndice, algumas informações sobre os cursos que originaram o livro — o programa das aulas, o resumo do curso e uma conferência do filósofo em Valladolid, em 1934.

 

CINCO CAMPEÕES DE VENDA!

TransEvolução: A era da iminente desconstrução da humanidade – Daniel Estulin

R$59,90 R$40,13

Estaremos nós, a raça humana, em risco de extinção? Em caso positivo, quem a provoca? Tendo como pano de fundo um avanço tecnológico de tirar o fôlego, a compulsão de mudar a si mesmo, de aperfeiçoar-se, de se transformar em algo melhor, superior, duradouro, imortal… tudo em meio à inigualável fragilidade humana. Passamos das generalizações sem sentido, das banalidades e deduções simplistas dos primeiros romances de ficção científica, com monstros que surgiam das profundezas dos oceanos; dos submarinos elétricos; do canhão espacial e do pouso na Lua, à nanotecnologia, robótica, cibernética, inteligência artificial, aumento da expectativa de vida, aprimoramento cerebral, interação “cérebro a cérebro”, realidade virtual, engenharia genética, teletransporte, interfaces homem-máquina e à engenharia neuromórfica. Não tardará até competirmos com Deus, em pé de igualdade, pela imortalidade.

 

Libido Dominandi: Libertação sexual e controle político – E. Michael Jones

R$119,00 R$86,33

Em Libido Dominandi, E. Michael Jones não reconta a versão comum da revolução sexual, mas demonstra como essa subversão funcionou, desde o germe, como um mecanismo de controle social.  Assim que conseguiram o que pretendiam, aqueles que desejavam libertar o homem da ordem moral tiveram de impor novas formas de controle social às pessoas, porque a libido, quando libertada, conduz inevitavelmente à anarquia. Ao longo de duzentos anos, essas novas formas de controle social tornaram-se mais e mais refinadas, resultando num mundo em que as pessoas são controladas não por forças militares, mas pelo manejo sutil e habilidoso de suas paixões. O livro expõe o modo como a retórica da liberdade sexual foi usada para fabricar um sistema de controle político e social. Um sistema cujas tecnologias de comunicação, reprodução e controle corporal — no que se inclui a psicoterapia, o behaviorismo, a propaganda e a pornografia — se desenvolveram ao ponto de permitir que os herdeiros do iluminismo, em nome da liberdade, transformassem os vícios dos homens em seus piores algozes.

Libido Dominandi é a dolorosa história de como tudo isso aconteceu.

 

Os donos do mundo – Cristina Martín Jiménez

R$74,90 R$53,93

Nesta obra pioneira sobre o Clube Bilderberg, fruto de exaustivas investigações e análises, Cristina Jiménez traz à tona os dados sobre a organização que, por meio do controle da mídia, do dinheiro e da influência política, coordena os rumos do mundo. Tornou-se rapidamente um bestseller no seu lançamento em 2005, e foi publicada na Espanha, Romênia, Grécia, Colômbia, nos Estados Unidos, no México e em outros países. “O relativismo moral se traduz no vale-tudo. O ódio, a ira e a ganância se converteram no pão de cada dia. Nem todos percebem, mas a verdade é que estamos numa guerra pela defesa da nossa liberdade. O ser humano nasceu para ser livre e independente, porém o sistema foi criado pelos donos do mundo para que sejamos dependentes e escravos dele”.

 

O Estado Servil – Hilaire Belloc

R$46,99 R$41,42

O Estado Servil é um livro escrito por Hilaire Belloc, em 1912, sobre economia. Apesar de mencionar a teoria do Distributivismo, pela qual o autor e seu amigo G. K. Chesterton tornaram-se famosos, a obra evita defender explicitamente este sistema econômico. O livro delineia a versão de Belloc da história econômica da Europa: começando na Antiguidade, quando a escravidão era um pilar do sistema produtivo, seguindo através da economia medieval, baseada na servidão e na trabalho agrário, até chegar ao capitalismo moderno. O autor argumenta que o desenvolvimento do capitalismo na Inglaterra, tal qual ele o define, não foi uma consequência natural da Revolução Industrial, mas o produto da dissolução da antiga organização econômica baseada nos mosteiros medievais. O economista austríaco Friedrich Hayek considerava O Estado Servil uma obra sumamente importante, e tomou-a como referência na escrita do seu clássico “O Caminho da Servidão”.

 

A Rebelião das Massas – José Ortega y Gasset

R$69,90 R$45,89

A Rebelião das Massas é um ensaio filosófico brilhante, um dos livros mais importantes do século XX. A esta altura, 85 anos depois do seu lançamento, o livro já foi reeditado e traduzido inúmeras vezes e para dezenas de línguas. O autor coloca em questão os conceitos de homem-massa, razão histórica e governo mundial. Para o público brasileiro, o ensaio de Ortega y Gasset, acidentalmente político, mas essencialmente filosófico, talvez tenha mais a dizer hoje do que em qualquer outro período da história nacional.

Traduzida da edição madrilense de 1948, esta edição conta também com uma introdução de Julián Marías à obra e algumas notas explicativas, tanto do tradutor quanto de outras edições espanholas, muitas do próprio autor.

 

RETORNOU! – Unidades limitadas

Brasil Colônia de Banqueiros – Gustavo Barroso

R$50,00 R$28,80

A obra conta sobre a história de como, através de empréstimos e amarrações financeiras desde sua independência, proclamada em 1822 por D. Pedro I, o então jovem Império do Brasil, rapidamente caiu nas garras de agentes das finanças internacionais e seus oligopólios financeiros. Como exemplos mais conhecido, Barroso cita as relações desse poder do Brasil com a casa financeira dos Rothschild e dentre tantos outras figuras pouco ou nada conhecidas nos livros de história do Brasil, mas que agiram forte e intensamente na submissão do país aos empréstimos internacionais, ameaçando uma real soberania do seu povo. Além disso, o autor remonta as ligações obscuras dessas forças até os seus dias atuais, formando um panorama completo do quadro de agentes e forças internas e externas em uma luta de vida e morte pela liberdade e autodeterminação contra a escravidão do capital internacional apátrida, que para se manter, ataca todo e qualquer tipo de fomento nacionalista ou de autodeterminação, patrocinando elementos desagregadores da sociedade.

Originalmente publicado pela editora Civilização brasileira S/A na década de 1930, após várias edições, a obra ganhou uma edição modernizada em 1989 pela já extinta Editora Revisão de Porto Alegre, de S. E. Castan em sua versão oficial e sem cortes.

 

Só aqui você encontra este livro único no mundo em português

Manifesto sobre a abolição da escravidão dos juros – Gottfried Feder (‎2ª ed.)

R$55,00 R$40,00

Inédito em português, as palavras nuas e cruas do homem que é considerado o pai da economia hitlerista, Gottfried Feder (1883 – 1941) inaugura com esta obra um marco importantíssimo na história da economia mundial e principalmente na história do povo alemão, encabeçado como um manifesto econômico base para formar os pilares da Alemanha Nacional-Socialista que aboliu a escravidão lançada ao povo através da usura e especulação financeira.

Um dos fundadores do DAP e pai da economia nacional-socialista, Feder nasceu em Würzburg, 1883. Como engenheiro civil, Feder tornou-se ativo em assuntos econômicos e políticos. E nessa face de engenheiro e político, foi responsável pela fundação do Deutsche Arbeiterpartei (DAP) e muito ativo durante os primeiros anos de a fundação.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Quer receber nossas notificações?    SIM! Não, obrigado (a)