Mark Weber: Visita de Kennedy de 1945 à Alemanha

No final de julho e início de agosto de 1945, apenas algumas semanas após o fim da guerra na Europa, John F. Kennedy, 28 anos, visitou a Alemanha devastada pela guerra. O secretário da Marinha dos EUA James Forrestal o acompanhou…

As câmaras de gás: verdade ou mentira? – parte 4

Entrevista da revista italiana Storia Illustrata em sua edição mensal de 1979. As perguntas são de Antonio Pitamitz para Robert Faurisson. A entrevista foi traduzida para o inglês por Vivian Bird e, por sua vez, o conteúdo foi expandido, revisado…

A liderança judaica na Revolução Bolchevique e o início do Regime soviético – Avaliando o gravemente lúgubre legado do comunismo soviético

Na noite de 16-17 de julho de 1918, uma esquadra da polícia secreta Bolchevique assassinou o último imperador da Rússia, o Czar Nicolau II, junto com sua esposa, a Czarina Alexandra, seu filho mais velho de 14 anos, o Tsarevich…

As câmaras de gás: verdade ou mentira? – parte 3

Entrevista da revista italiana Storia Illustrata em sua edição mensal de 1979. As perguntas são de Antonio Pitamitz para Robert Faurisson. A entrevista foi traduzida para o inglês por Vivian Bird e, por sua vez, o conteúdo foi expandido, revisado…

“Noite dos Cristais” de 1938: O grande espetáculo anti-alemão

“Noite de Cristal” é o nome que foi dado na noite de 9 a 10 de novembro de 1938. Em quase todas as grandes cidades alemãs e algumas menores naquela noite, vitrines de lojas judaicas foram quebradas, casas e apartamentos…

As câmaras de gás: verdade ou mentira? – parte 2

Entrevista da revista italiana Storia Illustrata em sua edição mensal de 1979. As perguntas são de Antonio Pitamitz para Robert Faurisson. A entrevista foi traduzida para o inglês por Vivian Bird e, por sua vez, o conteúdo foi expandido, revisado…

As câmaras de gás: verdade ou mentira? – parte 1

Entrevista da revista italiana Storia Illustrata em sua edição mensal de 1979. As perguntas são de Antonio Pitamitz para Robert Faurisson. A entrevista foi traduzida para o inglês por Vivian Bird e, por sua vez, o conteúdo foi expandido, revisado…

Harry Elmer Barnes: A vigilante marcação pública no revisionismo – parte 2

Este presente artigo é uma continuação final do artigo anterior Harry Elmer Barnes: A vigilante marcação pública no revisionismo – parte 1. Para melhor compreensão do assunto tratado abaixo, recomendamos a leitura primeiramente da primeira parte. O apagão histórico é…

Harry Elmer Barnes: A vigilante marcação pública no revisionismo – parte 1

Todo cidadão americano tem muito mais perigo ao compreender como e porque os EUA foram atraídos para a Segunda Guerra Mundial do que em ler cuidadosamente o Relatório Warren {procedente da Comissão Warren, encarregada da investigação do assassinato do presidente…

Harry Elmer Barnes: Revisionismo e a promoção da paz – Parte 2

O PRESENTE ARTIGO é uma continuação do primeiro: Harry Elmer Barnes: Revisionismo e a promoção da paz – Parte 1. Sugerimos leitura do anterior previamente para melhor compreensão do texto. O que nós agora sabemos Não somente tem havido muitos…

Barbara Kulaszka: O que é ‘Negação do Holocausto’?

Em anos recentes considerável atenção tem sido devotada ao suposto perigo da “negação do Holocausto”. Políticos, jornais e televisão alertam sobre a crescente influência daqueles que rejeitam a história do Holocausto de que cerca de seis milhões de judeus europeus…

Harry Elmer Barnes: Revisionismo e a promoção da paz – Parte 1

O PRESENTE ARTIGO possui uma continuação em Harry Elmer Barnes: Revisionismo e a promoção da paz – Parte 2. Após leitura, para maior aprofundamento, sugerimos ler sua segunda e última parte. Durante os últimos quarenta anos ou mais, o revisionismo…

Mark Weber: “Dominando” o passado difícil da Alemanha

ARMIN MOHLER, o autor suíço que viveu por muitos anos na Alemanha, começa este olhar bem escrito sobre o Terceiro Reich e seu legado histórico contando a fascinante história de suas experiências como um jovem de 22 anos em Berlim…

Mark Weber: O “protocolo” de Hoßbach: A destruição de uma lenda

HITLER, nos dizem repetidamente, começou a conquistar o mundo, ou pelo menos a Europa. No grande Tribunal de Nuremberg do pós-guerra, os aliados vitoriosos procuraram provar que Hitler e seus “capangas” haviam se envolvido em uma sinistra “Conspiração para travar…

Paul Grubach: A crítica de acusação de antissemitismo – A legitimidade moral e política de criticar a judiaria

I Conforme um distinto erudito, Noam Chomsky, tem notado em todos lugares, mesmo nas abertas sociedades democráticas como a nossa, a qual carecem de rudes formas de controle ideológicos, há ainda uma ortodoxia pública: um conjunto de suposições, ideias, e…