A polaridade entre a mão direita (sagrado) e a mão esquerda (profano): Corpo humano, techné e enthousiasmos

“A mão humana é humana pelo que faz, não por do que é feita”. A mão de Leroi-Gourhan acena sem saber à mão de Heidegger. A “mão” de Heidegger, sempre e necessariamente humana, a mão do Dasein, que manipula os…