Quando um primeiro-ministro britânico elogiou Adolf Hitler como “o melhor alemão vivo”

Nos ajude a espalhar a palavra:

Esta filmagem notável captura o dia em que David Lloyd George se aproximou de Hitler durante uma viagem à Alemanha antes da guerra para saudá-lo como “o maior alemão vivo”.

O filme granulado em preto e branco mostra o político e sua comitiva viajando pela Alemanha em 1936, onde jantaram com o governante do NSDAP e cavalgaram juntos nas novas autobahns.

O filme de 16 mm também captura Lloyd George rindo com Adolf Hitler enquanto ele viaja por uma cidade da Bavária.

Em outro clipe, o Primeiro-Ministro britânico coloca uma coroa de flores em um memorial de guerra em Munique, enquanto as bandeiras do NSDAP e do Reino Unido estão penduradas lado a lado ao fundo.

Após a visita, Lloyd George descreveu Hitler como uma “personalidade notável” e o elogiou como “um dos maiores que já conheci em toda a minha vida”. Hitler acrescentou que estava satisfeito por ter conhecido “o homem que ganhou a guerra”, o que levou Lloyd George a chamar Hitler de “o maior alemão vivo”. Ele disse em uma entrevista a um jornal: “A Alemanha não quer a guerra. Hitler não quer guerra. Ele é a personalidade mais notável, uma das maiores que já conheci em toda a minha vida, e conheci alguns homens excelentes.

“Afeição é uma palavra bastante inadequada para descrever a atitude do povo alemão em relação a Hitler. Quase equivale a adoração”. – Lloyd George

Ele acrescentou que não houve “nenhum sussurro de crítica” ao líder alemão.

“Nunca vi nada assim”, continuou ele. “Alguns homens que conheci que não são nazistas me disseram que não sabiam o que o país teria feito sem ele.

“Eles tendem a culpar os partidários de Hitler por algumas das coisas que não aprovam, mas não há murmúrios de crítica a Hitler. É exatamente como o nosso lema, ‘O Rei não pode errar”’.

Ele também elogiou o líder nacional-socialista como “o George Washington da Alemanha”.

A visita aconteceu quando Lloyd George, o primeiro-ministro durante a Primeira Guerra Mundial contra a Alemanha, visitou a casa de Hitler em Haus Wachenfeld, perto de Berchtesgaden, nos Alpes da Baviera.

Os dois se encontraram pela primeira vez sozinhos no Berghof, antes de Lloyd George voltar para o chá na noite seguinte.

Durante a visita, Lloyd George ficou impressionado com os programas de obras públicas da Alemanha, que viu em primeira mão.

Ele acreditava que Hitler estava rearmando a Alemanha para se defender e que uma guerra entre a Alemanha e a Rússia não aconteceria por pelo menos 10 anos. O filme, que pertence a um historiador britânico, já foi colocado à venda por £ 1.200. Ben Jones, leiloeiro da Mullock’s Auctions, de Shropshire, que está vendendo o filme, disse: “É um filme significativo e interessante ver como Lloyd George estava rindo e brincando e que tudo parecia estar bem.

“‘Meu palpite é que este filme foi feito por alguém da comitiva de Lloyd George, talvez para fins de propaganda, porque você pode ver que os alemães não olham para a câmera enquanto a comitiva de Lloyd George reconhece isso. ‘A pessoa que está com o filme é um historiador britânico que é um grande colecionador com tanto material que precisa para começar a vender parte dele'”.


Fonte: Dailymail

Texto original em inglês de Steph Cockroft.

Publicado originalmente em Reino Unido, 27 de fevereiro de 2017


CONFIRA NA LIVRARIA SENTINELA

Sentinela Mídia Independente
siga em
Nos ajude a espalhar a palavra:
Gostou do artigo? Você pode contribuir para o site com uma doação:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.