Pfizer e o suporte para Biden: a intriga em torno da vacina contra Covid-19

Nos ajude a espalhar a palavra:

A farmacêutica estadunidense Pfizer anunciou que desenvolveu a tão esperada vacina contra a Covid-19 (com eficácia de 90%) e essa informação foi dada a conhecer poucos dias após o anúncio na mídia do eleição de Joe Biden como presidente dos Estados Unidos da América.

VISITE NOSSA LIVRARIA

O casamento Pfizer-Biden

Em seu discurso anunciando a vitória nas eleições nos Estados Unidos, Biden prometeu que assim que uma vacina contra o coronavírus estiver pronta e aprovada, ela será distribuída gratuitamente para o maior número possível de americanos. Mas o que a Pfizer tem a ver com Biden? Vamos dar um passo para trás. Há alguns dias, conversamos com vocês sobre como multinacionais e várias entidades americanas financiaram as campanhas eleitorais de Biden e Trump. Mas como a indústria farmacêutica se posicionou nessa campanha eleitoral? O site da C&EN explica que a indústria farmacêutica fez de tudo pelo candidato democrata, financiando mais a campanha de Biden. A Pfizer, entre todas as empresas farmacêuticas, foi a primeira em financiamento para apoiar o ex-senador por Delaware com cerca de 1,3 milhão de dólares contra 900 mil a favor do Partido Republicano.

A mudança de costa

O site Open Secrets, que conta com a Open Society Foundation de George Soros entre seus patrocinadores, além de publicar os patrocinadores públicos e privados das várias campanhas eleitorais americanas, destaca como, ao longo dos anos, eles apoiaram um candidato em vez de outro. A própria Pfizer, que sempre foi pró-republicano, claramente inverteu a tendência nessas últimas eleições ao apostar no candidato democrata (com US $ 1,72 milhão) e não na saída do presidente Trump, como aconteceu nas eleições de 2016.

Foresight? Programas eleitorais? Ou outro? Muito curioso é o papel de Greg Simon que, após trabalhar na transição Obama-Biden em 2008, ingressou na Pfizer como vice-presidente sênior responsável por políticas e defesa do paciente, apenas para ser chamado pelo próprio Biden para liderar a Biden Cancer Initiative.


Fonte: Il Primato Nazionale
Publicação: 14/11/2020
Autor: Nicolò Pastino
Local: Roma, Itália


VISITE NOSSA LIVRARIA

Sentinela Mídia Independente
siga em
Nos ajude a espalhar a palavra:
Gostou do artigo? Você pode contribuir para o site com uma doação:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.