Megaexplosão no centro do Líbano lança “nuvem cogumelo” no céu de Beirute

Nos ajude a espalhar a palavra:

Uma forte explosão atingiu a capital do Líbano, Beirute, nesta terça-feira (4/8). Segundo os relatos, ela ocorreu na área portuária da cidade. Vídeos mostram uma enorme nuvem em formato de cogumelo sendo formada após a explosão, além de uma enorme destruição. De acordo com a agência de notícias AFP, fontes ligadas à área de segurança afirmam que há dezenas de feridos.

SAIBA MAIS

Presidente do Líbano mobiliza exército e convoca reunião de emergência após explosão em Beirute

O presidente do Líbano, Michel Naim Aoun (Movimento Patriótico Livre), convocou o Conselho Supremo de Defesa do país para uma reunião de emergência no Palácio Baabda, sede do governo local, após a explosão ocorrida na região portuária de Beirute nesta terça-feira, 04. O chefe de Estado também ordenou que as Forças Armadas realizem patrulhas nas áreas mais afetadas pela explosão e pediu para que o Exército trabalhe para “tratar as consequências da grande explosão e patrulhar as áreas do desastre para manter a segurança”. Além disso, Aoun determinou que o Ministério da Saúde local conceda tratamento gratuito aos feridos e forneça abrigo a todos que tiveram residências afetadas pela explosão.

De acordo com a agência de notícias local ANN, um incêndio foi iniciado perto de um armazém de trigo e se propagou, o que provocou a detonação, que acabou sendo sentida em toda a cidade e arredores. O ministro da Saúde local, Hamad Hassan, afirmou que a explosão deixou um “grande número de feridos”. Informações do canal LBC, por sua vez, citam um depósito de fogos de artifício que teria inflamado a explosão. Ainda há a especulação sobre a possibilidade de ter sido um atentado.

Veja os vídeos do momento exato da explosão


Atualização de 3:40 AM – 6/8/2020

Até agora constam 135 mortos e mais de 5.000 feridos.


CONFIRA NA LIVRARIA SENTINELA

Sentinela Mídia Independente
siga em
Nos ajude a espalhar a palavra:
Gostou do artigo? Você pode contribuir para o site com uma doação:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.