Event 201: A Nova Ordem Mundial e a pandemia de coronavírus

Nos ajude a espalhar a palavra:

Em outubro de 2019, um grupo de 15 empresários, funcionários do governo e médicos se reuniram em Nova Iorque para planejar a resposta global a um surto mundial de um coronavírus nunca antes visto e completamente fictício.

Foi um exercício de treinamento com semelhanças assustadoras, em retrospectiva, com o 2019-nCoV.

Três horas e meia depois, o grupo completou o exercício de simulação e, apesar de seus esforços, eles foram incapazes de evitar que o hipotético coronavírus matasse 65 milhões de pessoas.

O coronavírus fictício no centro da simulação do Event 201, uma colaboração entre o Johns Hopkins Center for Health Security, o Fórum Econômico Mundial e a Fundação Bill e Melinda Gates, foi chamado de CAPS, e começou com porcos no Brasil antes de se espalhar pelo mundo.

Muitos dos que participaram no Event 201 disseram que a “Big Tech” já não é uma plataforma, mas sim uma estação e deve intervir para combater as notícias falsas. Outro presente tipicamente demoniza as teorias da conspiração.

O plano era censurar todas as informações da Internet, usando a desculpa de “notícias falsas” [Fake News], alegando que a divulgação de informações falsas durante uma emergência é um problema maior do que o normal e deve ser interrompida.

VISITE NOSSA LIVRARIA

A Agenda sem dinheiro

A agenda sem dinheiro faz parte do esquema da Nova Ordem Mundial que acompanha o transumanismo, ou seja, a digitalização de tudo na sociedade, incluindo dinheiro, informação e a própria vida.

Ao implementar a medida, uma sociedade sem dinheiro será capaz de controlar, rastrear todas as transações econômicas, permitindo que as autoridades construam uma imagem ainda mais completa de quem você é para impedir qualquer possível desobediência ou revolução antes que aconteça.

Também aumenta a receita do governo por meio de impostos.

Por exemplo, a China aproveitou a oportunidade para cumprir a agenda sem dinheiro ao afirmar que o papel-moeda deve agora ser retirado de circulação devido à possibilidade de conter traços de COVID-19 e, assim, contribuir para a disseminação do coronavírus.

Alfredo Bowman (1933 – 2016), mais conhecido como Dr. Sebi, fitoterapeuta e curandeiro hondurenho , que também praticou nos Estados Unidos dizia que “Uma sociedade que mantém curas em segredo para que possam continuar a vender medicamentos com enormes lucros não é uma sociedade real, mas um grande asilo mental”.

VISITE NOSSA LIVRARIA

Quarentenas e lei marcial

Os governos apreciam os cenários da lei marcial, porque os direitos humanos estão suspensos.

A China autoritária tem sido elogiada por muitos globalistas, como o falecido David Rockefeller ou a OMS, como um modelo para a Nova Ordem Mundial.

Algumas das fotos e vídeos que conseguem escapar da censura chinesa mostram o estado policial.

A Itália decretou estado de emergência e colocou suas tropas nas ruas, e a Espanha planeja declarar estado de alarme.

Vacinação obrigatória

A pandemia de coronavírus forneceu uma boa desculpa para os governos de todo o mundo apresentarem uma de suas agendas favoritas da Nova Ordem Mundial: a vacinação obrigatória.

A razão pela qual essa agenda é particularmente popular é que ela permite que as autoridades acessem o corpo humano, e não apenas o corpo do cidadão, mas também a corrente sanguínea.

Para falar a verdade, não temos ideia do que há naquela agulha quando ela é injetada, então todos os tipos de elementos podem ser implantados em nossos corpos.

Coincidentemente (ou não), a China aprovou uma lei em 29 de junho de 2019, que implementou um programa nacional de vacinação obrigatória.

Coincidentemente (ou não), a lei entrou em vigor em 1º de dezembro de 2019, poucas semanas antes de a epidemia de coronavírus virar notícia mundial.

Não quer dizer que a vacinação obrigatória também pode incluir vacinas de DNA e microchips.

Bill Gates ID2020: Identificação digital por microchip

Bill Gates, o viveiro da Nova Ordem Mundial, tem conduzido organismos geneticamente modificados e vacinas há anos.

O cofundador da Microsoft fez parte do Event 201, que simulou a pandemia de coronavírus antes de acontecer.

Mas Gates também tem promovido outro projeto polêmico: o ID 2020. Esta é a agenda do microchip humano.

Ela se vende como “uma forma confiável” de cumprir um “direito humano fundamental e universal”: salvaguardar a sua identidade tanto na Internet quanto no mundo físico.

Por outro lado, temos o projeto Nightingale do Google, que terá acesso a prontuários, nomes e endereços sem precisar consultar pacientes.

Agenda 2030: Wuhan, uma das cidades inteligentes da China

Uma agenda envolvida na pandemia do coronavírus é a “Agenda 2030” da ONU, que envolve “Cidades Inteligentes”.

Antes da pandemia, a China já havia planejado qual de suas cidades seria programada para se tornar o piloto de “Cidades Inteligentes”.

Wuhan foi um deles (o que faz sentido por que também foi o local do lançamento 5G da China).

VISITE NOSSA LIVRARIA

Conclusão

Curiosamente, a cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais Militares de 2019 em Wuhan declarou um “Novo Mundo”, fazendo referência à Nova Ordem Mundial e também sinalizando a transformação da sociedade, mais uma pista de que todo esse evento foi preparado.

Qualquer que seja a verdade sobre a origem do vírus em si, quem o criou, como foi liberado e se é realmente tão perigoso, todo o fenômeno da pandemia do coronavírus está sem dúvida sendo usado para acelerar várias agendas da Nova Ordem Mundial.

A notícia é importante para todas as pessoas porque é onde conhecemos coisas novas sobre o mundo, o que leva ao desenvolvimento de mais objetivos de vida que conduzem à sabedoria de vida. A notícia também serve como ferramenta de conexão social, pois tendemos a nos relacionar com quem conhece e acredita nas coisas que fazemos. Com o poder de uma mente aberta que busca a verdade em mãos, o indivíduo pode se tornar sábio e o coletivo pode prosperar.


Autores: Monkey e Elf
Fonte: Stillness In The Storm | Humans Are Free
Tradução: Dinâmica Global
Publicação: 14/11/2020


VISITE NOSSA LIVRARIA

Sentinela Mídia Independente
siga em
Nos ajude a espalhar a palavra:
Gostou do artigo? Você pode contribuir para o site com uma doação:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.