Elon Musk sobre a Bolívia: “Vamos golpear quem quisermos. Lide com isso!”

Nos ajude a espalhar a palavra:

NA terça-feira passada (25), o empresário, investidor e filantropo estadunidense Elon Musk, CEO da Tesla Motors e da SpaceX foi questionado em seu twitter sobre as movimentações políticas que derrubaram o governo eleito de Evo Morales na Bolívia enquanto falava sobre renda básica universal disparando: “Vamos golpear quem quisermos. Lide com isso!”.

Primeiramente, o bilionário Elon Musk afirmou que as pessoas não estão interessadas em um novo pacote de estímulo dos governos durante a pandemia de coronavírus. Para ele, “Dar dinheiro às pessoas permite com que elas decidam o que atende melhor às suas necessidades”. Até que um usuário rebateu: “Você sabe o que não era de interesse público? O governo dos EUA organizarem um golpe contra Evo Morales na Bolívia para que você possa obter lítio lá”. A resposta parece ter causado a fúria de Musk, que respondeu, em tom sarcástico: “Vamos golpear quem quisermos. Lide com isso!”. O contra-ataque gerou um furor na internet e acusações de que o empresário, além de endossar o ato, teria participado da movimentação que afastou Evo Morales da presidência da Bolívia. Mas logo depois resolveu colocar panos quentes: “O nosso lítio vem da Austrália”.

Tweet de Elon Musk / Crédito: Reprodução/ Twitter

SAIBA MAIS

Musk e a manipulação de mercado através da internet

Não é de hoje que Elon Reeve Musk, 49, de origem sul-africana naturalizado nos Estados Unidos – cujo primeiro nome “Elon” significa “carvalho” em hebraico -, parece utiliza as redes sociais para, ao emitir opiniões insólitas, manipular o patamar das ações de suas empresas. Depois do baque inicial no mercado financeiro global, a Nasdaq, onde se concentra as maiores empresas de tecnologia de capital aberto dos Estados Unidos, viu seu patamar disparar. Só a Tesla desde 18 de março viu seu valor de mercado avançar quase 300%. Hoje, a montadora de automóveis elétricos tem um valor de mercado estimado em mais de 295 bilhões de dólares (o equivale a mais de 1,5 trilhão de reais), o que é três vezes mais que as rivais Ford e General Motors juntas.

Receba nossas postagens por e-mail

  • Em algumas ocasiões, Musk disse que os papéis da Tesla estariam valorizados demais e ameaçou fechar o capital da Tesla quando os papéis da empresa estivessem cotados a 420 dólares cada — o que fez as ações dispararem e, posteriormente, ele ser autuado pela comissão de valores mobiliários dos Estados Unidos (SEC), por manipulação de mercado.
  • Nos últimos meses, lançou uma ofensiva de opiniões à Amazon, uma das gigantes do varejo eletrônico global, afirmando que a Amazon teria de se desmembrar. “Monopólios são errados”, disse em seu perfil no Twitter, ao comentar o (não) lançamento do livro Unreported Truths about COVID-19 and Lockdowns, de Alex Berenson, ex-jornalista do The New York Times, que foi banido da plataforma Kindle por infringir as regras estabelecidas pela Amazon.

Disputa pelo mercado das viagens espaciais?

Segundo reportagem da Veja, esses ataques de opinião não parecem ser infundados mas sim, parte de uma disputa pelo mercado estrelar do futuro. Sim, o mercado de produtos para viagens no espaço.

Jeffrey Preston Bezos é um empresário estadunidense conhecido por fundar, ser o presidente e CEO da Amazon, uma importante e famosa empresa de comércio eletrônico dos Estados Unidos. Bezos nasceu em Albuquerque, no Novo México e cresceu em Houston, Texas. Foto: Infomoney

Os ataques à figura do também bilionário empresário estadunidense Jeff Bezos (nascido Jeffrey Preston Jorgensen), 57, CEO da Amazon, se dariam pelo fato de que silenciosamente, Bezos, homem mais rico do mundo entre fortunas declaradas colocou-se como o principal rival da SpaceX, empresa de Musk, na disputa pelo mercado do espaço estrelar. Bezos é fundador da empresa aeronáutica Blue Origin. Ao efetuar a aquisição da Zoox, uma startup de táxis autônomos, no fim de junho, Bezos prometeu uma competição acirrada com a Tesla pela primazia deste mercado.


CONFIRA NA LIVRARIA SENTINELA

Sentinela Mídia Independente
siga em
Nos ajude a espalhar a palavra:
Gostou do artigo? Você pode contribuir para o site com uma doação:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − 2 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.