Comitiva Diplomática Sênior russa visita a Síria para alinhar acordos de cooperação

Nos ajude a espalhar a palavra:

DAMASCO – O presidente Bashar al-Assad recebeu na segunda-feira (7) uma delegação sênior russa, chefiada pelo vice-primeiro-ministro, Yuri Borisov, na presença de vários diplomatas russos, além do ministro das Relações Exteriores russo, Sergey Lavrov.

A delegação russa de alto nível, chefiada pelo vice-primeiro-ministro, Yuri Borisov, chegou à Síria no domingo, conforma informou o jornal Al-Watan, que apoia o Governo sírio, que deu uma conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo sírio, Walid al-Moal.

Frente: O Presidente sírio Bashar al-Assad e a comitiva diplomática sênior russa, chefiada por Serguei Lavrov. Foto: SANA

O jornal cita o embaixador da Síria na Rússia, Riad Haddad, dizendo que a visita da delegação russa “é de especial importância, dados os temas políticos e econômicos que serão discutidos”.

E conferência diplomática

As duas partes expressaram sua satisfação pelo nível a que alcançou a cooperação bilateral entre os dois países em diferentes campos, manifestando a vontade conjunta de Moscou e Damasco de continuar o desenvolvimento desta cooperação e promovendo-a para alcançar os interesses dos dois povos amigos.

LEIA MAIS

No domínio econômico, as duas partes discutiram formas de implementar os acordos firmados entre os dois países e seus esforços para concretizar novos acordos de forma a contribuir para alcançar os interesses dos dois países e amenizar as repercussões da política de sanções coercitivas adotadas por alguns países contra o povo sírio. Houve um acordo sobre a importância de iniciar a implementação de mecanismos que superem o bloqueio econômico e as pressões impostas ao povo sírio.

Quanto ao domínio político, a delegação russa afirmou o apoio contínuo da Rússia à Síria e ajuda o país em seus esforços políticos em caminhos diferentes, apesar das tentativas de alguns países ocidentais de impedir o alcance de quaisquer entendimentos ou acordos que venham no interesse do povo sírio.

Sublinhou o compromisso com a integridade territorial e a soberania da Síria e com a restauração do seu papel regional e internacional.

O presidente al-Assad afirmou que a Síria continua a adotar a flexibilidade no caminho político em sincronia com o trabalho para combater o terrorismo e alcançar a segurança e estabilidade para realizar o que o povo sírio espera.

O presidente expressou o apreço do povo sírio pela Rússia, como liderança e povo, por seu apoio militar, econômico e político e por ajudar a Síria a restaurar sua segurança e integridade territorial, além de repassar os efeitos do terrorismo econômico para o cidadão sírio, destacando o governo sírio determinação em continuar o trabalho com a Rússia para cumprir os acordos firmados entre os dois países e fazer com que os investimentos russos na Síria sejam um sucesso.

Frente: O Presidente sírio Bashar al-Assad e a comitiva diplomática sênior russa, chefiada por Serguei Lavrov. Foto: SANA

No mesmo contexto, o Primeiro-Ministro Hussien Arnous discutiu com Borisov e a delegação que o acompanhou os meios de fortalecer as relações econômicas, comerciais e de investimento e impulsioná-los a alcançar os interesses dos dois países e povos amigos e continuar a coordenação conjunta para enfrentar o cerco econômico a que a Síria está exposta.

Arnous afirmou a importância de abrir novos horizontes de cooperação bilateral em diferentes domínios e superar os obstáculos antes de realizar os acordos de cooperação para alcançar o interesse mútuo.

Por sua vez, Borisov afirmou que a Rússia continuará apoiando o Estado sírio para restaurar o controle sobre todos os seus territórios, além da necessidade de firmar novos acordos que ajudem a aliviar os fardos decorrentes do cerco econômico imposto ao povo sírio.

Contexto sírio atual

É a primeira visita do ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Sergey Lavrov à Síria desde 2012. A visita de Lavrov acontece em plena crise econômica na Síria, agravada pela pandemia de covid-19, que tem afetado severamente este país devastado pela guerra.A Rússia tem sido um aliado próximo de al-Assad na guerra civil que dura há nove anos na Síria, fornecendo apoio militar econômico e político desde 2015, tendo levado o Presidente russo, Vladimir Putin, a realizar duas visitas a este país, uma delas em janeiro deste ano.


Fonte: SANA – Syrian Arab News Agency. Publicado originalmente em 8 de setembro de 2020. Textos de Hybah Sleman e Mazen Eyon. Tradução de LUSA, adaptação de texto pela redação deste site.


CONFIRA NA LIVRARIA SENTINELA

Sentinela Mídia Independente
siga em
Nos ajude a espalhar a palavra:
Gostou do artigo? Você pode contribuir para o site com uma doação:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.