Alain Soral condenado a pagar 134.400 euros à Licra

Nos ajude a espalhar a palavra:

O ensaísta Alain Soral foi condenado pelo Tribunal de Apelação de Paris a pagar 134.400 euros à Liga Internacional contra o Racismo e o Antissemitismo (Licra) por lançar um livro considerado antissemita, segundo um decisão consultada sábado, 26 de setembro pela AFP.

Publicado pela primeira vez em 1892, “Le Salut par les Juifs” [Salvação pelos judeus] de Léon Bloy foi reeditado pela editora Soral e vendido em seu site em 2013, na coleção “Les InfréQUentables”.

A Licra intentou uma ação judicial e o tribunal de Bobigny ordenou a retirada de quinze passagens consideradas antissemitas, sob pena de multa de 300 euros por dia de atraso. A editora afirmou que seria impossível redigir o livro removendo as passagens condenadas pela atual justiça francesa em nome do lobismo sionista e retirou-o de circulação por vários anos. Mas, em 2018, o site havia indicado na página dedicada ao livro que “as obras que a Licra e outros querem editar por decisão judicial ainda estão à venda em sua versão sem censura”.

LEIA MAIS

A Licra, então, interpôs o juiz de execução do tribunal de Bobigny para executar a decisão de 2013. Este último decidiu a seu favor, assim como o Tribunal de Recurso de Paris, que fixou em sua decisão de quinta-feira (24) o valor do multa de 134.400 euros.

Alain Soral, 61, foi condenado em várias ocasiões por atos semelhantes. No mês passado, ele foi condenado a três multas, com possibilidade de prisão por falta de pagamento, incluindo a acusação de  “culpar os judeus pelo incêndio da Notre-Dame de Paris”. Em abril de 2019, ele foi condenado a um ano de prisão por questionar a existência do holocausto judaico, ato que por si só é passível de prisão e multa na França. Ele apelou. Seus dois canais no Youtube também foram excluídos pela plataforma de vídeo online estadunidense em julho pelo que a multinacional da Google colocou como “violações repetidas dos termos de uso”.


VISITE A LIVRARIA SENTINELA

Sentinela Mídia Independente
siga em
Nos ajude a espalhar a palavra:
Gostou do artigo? Você pode contribuir para o site com uma doação:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.