Novidades e retornos de clássicos na Livraria Sentinela

Nos ajude a espalhar a palavra:

Confira a lista das novidades e do retorno dos clássicos para a nossa Livraria. A maioria dos exemplares é única em estoque, então aproveite o seu e leve para casa de forma segura e por meio de qualquer forma de pagamento. Confira a lista abaixo:

Novidades

Manual del Jefe (Manual do Chefe) – Corneliu Codreanu

Manual del Jefe: “Cartilla del jefe de Cuib”. A obra de ensaio fundamental do líder do movimento nacionalista romeno Guarda de Ferro.

 

 

 

 

 

 

 

Manifesto pela Abolição da Escravidão pelos Juros – Gottfried Feder

Inédito em português, Gottfried Feder (1883 – 1941), considerado “pai da economia hitlerista” inaugura com esta obra um marco importantíssimo na história da economia mundial e principalmente na história do povo alemão, encabeçado como um manifesto econômico base para formar os pilares da Alemanha hitlerista.

 

 

 

 

 


Clássicos que retornaram

Quem escreveu o Diário de Anne Frank? – Robert Faurisson

Publicado pela primeira vez em 1947 em seu original holandês o Diário estava destinado a surgir em pelo menos cinco línguas diferentes e em cerca de nove versões diferentes, sem contar as edições em língua inglesa. odos pareciam estar ganhando dinheiro com ele, desde os promotores de Hollywood aos promotores do Holocausto que citavam e teatralizavam determinadas passagens como alavanca moral para fazer as pessoas acreditarem no sofrimento incomparável dos judeus, na Europa, durante a guerra.

 

 

 

¿Realmente murieron seis millones? – Richard Harwood

Livro em espanhol republicado pela Editora Revisão LTDA. “Seis milhões realmente morreram?” é um livro revisionista do Holocausto judeu, escrito pelo britânico Richard Harwood em 1974. Um trabalho completo de compilação de documentos, testemunhos e análises que conclui a refutação da versão oficial do Holocausto, ao qual defende o lobby sionista. Harwood adverte que, além de sua orientação política e crenças, está empenhado em estudar e analisar esse evento histórico de maneira objetiva e em busca da verdade. Tentando silenciar a verdade, o escritor revisionista François Duprat, que publicou e divulgou a versão francesa do livro, foi assassinado com um carro-bomba em 1978.

 

 

 

Catálogo Luftwaffe – Jorge Crespo

Organizacion – Uniformes, Historia e Insignia de la Luftwaffe (1939 – 1945). Livro em espanhol. O mais completo e ricamente ilustrado livro sobre a Luftwaffe, a lendária Força Aérea Alemã que combateu durante a Segunda Guerra Mundial! Junto, um acervo vasto mostrando a história os uniformes e as personalidades que tornaram-se eternas em fotografias originais em lâminas preto e branco e coloridas.

 

 

 

 

A História do Livro mais Perseguido do Brasil – O Jornal do Jockymann

A Historia real, contada pelo coautor de Holocausto Judeu ou Alemão – nos Bastidores da Mentira do Século de como foi perseguido o livro: Holocausto Judeu ou Alemão? e seu autor S.E. Castan. Do coautor de Holocausto Judeu ou Alemão – nos Bastidores da Mentira do Século, o livro de autoria da Equipe de reportagem RS – O Jornal do Jockymann, conta a história da obra prima de S.E. Castan, que no final dos anos 80 publicou pela primeira vez o livro e desde então nunca mais teve paz. O que não contavam era com tamanho sucesso e tiragem do livro. O livro também aborda aspectos memoráveis e curiosos de Castan e seus apoiadores.

 

 

 

11 de Setembro de 2001: Como se Engana a Humanidade – René B. D´albuquerque

Os reais motivos para os atentados: Políticos, autoridades & personalidades dos EUA e dos Brasil opinam e denunciam! O autor é pesquisador, revisionista e professor de história.

 

 

 

 

 

 

 

Holocausto Judeu ou Alemão? Nos Bastidores da Mentira do Século – S.E. Castan

O presente livro é o resultado de uma pesquisa histórica e que vai apresentar fatos completamente desconhecidos da grande maioria que se misturaram – ou não -, com notícias de conhecimento da grande maioria, sobre os fatos anteriores, durante e posteriores acerca do suposto Holocausto Judaico que põem completamente sua versão oficial em cheque, dando ao leitor terá a oportunidade de fazer seu julgamento.

 

 

 

 

 

Acabou o Gás O Fim de um Mito de S.E. Castan

O Relatório Leuchter sobre das alegadas câmaras de gás de Auschwitz Birkenau e Majdanek. Seu autor é o engenheiro Fred A. Leuchter Jr., estadunidense então projetista e construtor de câmaras de gás para as prisões dos Estados Unidos da América, onde são executados prisioneiros condenados à morte. O exame foi feito no ano de 1989, nos campos de concentração da Polônia.  Castan relata a análise de uma forma incrivelmente precisa e fácil.

 

 

 

 

Brasil, colônia de Banqueiros – Gustavo Barroso

O documento mais importante sobre a nossa dívida externa foi escrito por Gustavo Barroso. Tem o título de “Brasil Colônia de Banqueiros”.

 

 

 

 

 

 

 

 

Eram Inocentes – Depõem os Defensores dos Alemães Em Nuremberg – C.W. Porter

Livro ganhador do CNPH (Centro Nacional de Pesquisas Históricas), o Prêmio Revisão Histórica de 1996. Rico em gravuras. “Decorridos 50 anos do Crime de Nuremberg, o linchamento efetuado pelos Aliados contra os dirigentes alemães do III Reich após a II Guerra Mundial, finalmente aparece uma obra específica, reveladora e altamente documentada sobre aquele acontecimento, abrangendo também parte do linchamento do Tribunal de Tóquio, contra autoridades japonesas.”

 

 

 

 

 

Carta ao Papa – León Degrelle

Carta ao Papa sobre os supostos “milhões” de judeus “gaseados” por Hitler em Auschwitz, de León Degrelle foi comandante em chefe das Forças Voluntárias Belgas que lutaram ao lado dos Alemães durante a 2º Guerra Mundial. A carta desse general foi enviada ao Papa João Paulo II antes de sua visita ao campo de concentração de Auschwitz na Polônia.

 

 

 

 

 

1000 Pensamentos de Adolf Hitler – Eduardo Frias

Livro editado originalmente em 1941 em Lisboa, Portugal. O autor selecionou os pensamentos de Hitler.

 

 

 

 

 

 

 

Malleus Holoficarum – Antonio Caleari

Malleus Holoficarum: Revisão Histórica, de Antonio Caleari. Estatuto Jurídico-Penal da revisão histórica na forma do Jus Puniendi versus animus revidere. Trabalho acadêmico sobre o Revisionismo Histórico. Livro volumoso. Obra publicada em Portugal. História e Direito: duas apaixonantes áreas do conhecimento, as quais desde sempre foram e permanecem em condições muito estratégicas na evolução geopolítica da humanidade. Governos, partidos, ideólogos, além dos mais variados movimentos sociais sempre se valeram, de forma conjugada, destes dois campos das Ciências Humanas para que fundamentassem suas pretensões de poder.

 

 

A Arte Clássica e a Arte Degenerada – Nicolae Sofran

Grande formato, edição de Luxo. Fotos em preto e branco e em cores. Ricamente ilustrado. O autor desta obra faz um revisionismo histórico de  como foi a Arte Clássica e como é atualmente a Arte Moderna e Degenerada dos tempos atuais, mostrando em fotografias os clássicos artistas ate os grandes artistas do Nacional Socialismo Alemão durante a II Guerra Mundial. Fotos em preto e branco e em cores. Muito ilustrado. Grande Formato.

 

 

 

 

 

Minha Luta – Adolf Hitler (Capa Dura, Centauro)

edição inédita da Centauro Publicações traz os dois volumes juntos num só com todos os 15 capítulos originais e com TEXTO INTEGRAL completo. Neste livro estão contidas, sem notas ou censuras, a reais ideias do chanceler alemão e do partido nacional-socialista, da qual o leitor poderá tirar a verdadeira prova de suas conclusões sem influências externas.

 

Sentinela Informativo
siga em
Últimos posts por Sentinela Informativo (exibir todos)
Nos ajude a espalhar a palavra:
Gostou do artigo? Você pode contribuir para o site com uma doação:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.