Brasileiros deixam homenagem na casa onde Hitler nasceu

Nos ajude a espalhar a palavra:

Hoje, 20 de abril, completam exatamente 131 anos do nascimento do ex-chanceler alemão Adolf Hitler, líder do Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães e líder nacional entre 1933 e 1945. Nascido na cidade de origem bávara de Braunau am Inn, um pequeno município no norte da Áustria, à sessenta quilômetros ao norte de Salzburgo em 1889, Hitler, que tomou parte na Primeira Guerra Mundial (1914 – 1918) tornou-se um ícone para os nacionalista alemães do período entre guerras (1919 – 1939) até que seu partido chegou ao poder em 1933.

Hoje por volta da meia noite, brasileiros residentes na Europa admiradores do vulto histórico do antigo líder germânico se dirigiram ao local da antiga casa onde Hitler nasceu e morou por uma boa parte de sua infância junto com seus pais, Alois e Klara e seus irmãos deixando lembranças em sua memória.

Em novembro de 2019 o ministro do Interior da Áustria, Wolfgang Peschorn, aceitou tornar a antiga casa numa delegacia de polícia. Hitler passou as primeiras semanas de vida num apartamento desse edifício amarelo construído no século XVII.

O destino do edifício foi decidido após uma longa disputa judicial cuja intenção era impedir que admiradores e outras pessoas fossem ao local em qualquer tipo de apoio ao ex-chanceler. A família Pommer havia sido proprietária do prédio por várias gerações. Por um tempo, o edifício foi usado como centro para pessoas com deficiência até que, em 2011, Gerlinde Pommer se opôs aos planos do governo de reformar o prédio para que ele se tornasse acessível a pessoas com cadeiras de rodas.

Ela também recusou todas as ofertas subsequentes do governo para comprar e renovar a propriedade. Uma proposta de 2014 para transformar o edifício num abrigo para refugiados também acabou caindo por terra.

Até que, em 2016, o governo desapropriou a casa e propôs o pagamento de indenizatório de US$ 896 mil. O que se seguiu foi uma disputa judicial entre as autoridades e Pommer, que pedia uma compensação de US$ 1,7 milhão pelo imóvel.

No entanto, o Tribunal Supremo da Áustria rejeitou o pedido em junho e fixou a indenização em US$ 899 mil.

Sentinela Informativo
siga em
Nos ajude a espalhar a palavra:
Gostou do artigo? Você pode contribuir para o site com uma doação:

2 thoughts on “Brasileiros deixam homenagem na casa onde Hitler nasceu”

  1. O mundo está espiritualmente, moralmente, economicamente, ambientalmente degenerado porque a a mídia mundial comunista com seus discursos absurdos convenceu o mundo a endossar suas atrocidades. http://www.edgarlisboa.com.br/alvo-do-gabinete-do-odio-ministra-da-agricultura-vai-pedir-a-bolsonaro-que-tente-conter-haters/comment-page-1/?unapproved=349502&moderation-hash=88aab83e7308fcf875de6fc534ed8d5c#comment-349502

    Há sempre dois caminhos, duas direções, 2 opções de lazer, pesquisa … https://nationalvanguard.org/2020/04/dinesh-dsouza-misjudges-his-audiences-opinion-of-mlk/#comment-32916

    Deus, a natureza e suas leis nos aguardam https://nationalvanguard.org/2010/11/the-world-in-false-face/#comment-32904

  2. Lamentavelmente, pouco resta de seus esforços na atualidade, mas como diria Will Turner: “Não existe causa perdida enquanto houver um único tolo lutando por ela”.
    Obrigado por sua cota de esforço em prol de uma nobilíssima causa e feliz aniversário, onde quer que você esteja.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.