À Margem da História do Ceará – Gustavo Barroso

R$60,00

À Margem da História do Ceará  – Volume 2. Publicação ilustrada com 41 fotografias e ilustrações constantes da 1ª edição.

210 páginas

ISBN: 85-7536-135-X

CDD: 981.31

Fora de estoque

Categoria:

Descrição

Nos ajude a espalhar a palavra:

“Muito cuidado, muito cuidado mesmo. Se tiver cearense por perto não fale mal de Gustavo Barroso. Apesar de muitos discordarem de alguns de seus procedimentos políticos, seus conterrâneos, ainda hoje, por ele mantêm uma grande admiração.

Quando abri os olhos para o mundo – o meu mundo de então era Guaramiranga, no Estado do Ceará -, na calçada onde fora a Farmácia Caracas, para onde era levado pelas mãos de minha avó, ouvia, embevecido, o padre Dr. João Augusto da Frota – um dos doze fundadores do Instituto do Ceará (Histórico, Geográfico e Antropológico) -, e uma das culturas mais brilhantes que o Ceará já produziu, dissertar sobre os assuntos do momento, com a sua inteligência e a sua didática costumeira. Lembro-me de ouvi-lo referir-se a Gustavo Barroso relatando as suas peraltices dos seus tempos de jovem, mas enumerando as suas vitórias na vida.

Vi Gustavo Barroso pela primeira vez em Fortaleza, no ano de 1934, desfilando de pé, carro aberto, vestindo a farda de integralista, com o seu porte hercúleo. Para o menino de Guaramiranga era… um monumento.

Novamente nos encontramos nos anos cinquenta do século passado – creio haver sido a sua última viagem ao Ceará – ele ocupando a ordem do dia do Rotary Club, falando sobre a Fortaleza antiga por ele vivida. Como sempre brilhante e como sempre a sua verve me encantou.

Li os seus livros – quase todos – embora de alguns deles discordasse por abordarem temas que as suas formações políticas nos colocavam em campos opostos. É bom frisar: seus escritos eram sempre bem estruturados.

Martins Filho, nosso inesquecível Reitor da UFC, ao publicar, em 1961, À Margem da História do Ceará, na sua apresentação, informou ser aquela a última obra de Gustavo Barroso, falecido poucos anos antes. Vem agora, Maurício Xerez e sua ABC Editora, responsável pela exumação de tantas obras de nossa literatura que, por se encontrarem esgotadas, já nos deixam saudades, com uma nova edição daquele livro. Pela literatura de suas crônicas podemos conhecer, de corpo inteiro, o Ceará e os cearenses. Só por este viés a literatura desta obra já seria recomendada.

Parabéns ao editor.”

Marcelo Linhares, do Instituto do Ceará (Histórico, Geográfico e Antropológico).

Siga em:

Sentinela

Site formado em 2013 com foco em história não oficial do Brasil e geral, política, filosofia, economia, cultura e etc.

Com foco geral em análises de um ponto de vista da Terceira Posição Política e do Revisionismo histórico, nossa missão e visão consiste em trazer a verdade (assim como questioná-la, já que nenhuma verdade é absoluta) sobre uma ótica diferente do habitual.

Pense diferente.
Siga em:
Nos ajude a espalhar a palavra:

Informação adicional

Dimensões 23 × 15 × 1 cm
Ano

2004

Autor

Gustavo Barroso

Edição

Editora

ABC Editora

Você também pode gostar de…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.