[Vídeo] Simone di Stefano sobre CasaPound e Bolsonaro

Nos ajude a espalhar a palavra:

O que pensa SIMONE DI STEFANO – uma das lideranças de um movimento italiano CasaPound – sobre JAIR BOLSONARO

Em fevereiro deste ano, o jornal Estadão perguntou a Simone di Stenao, líder do CasaPound Itália, movimento que atualmente atrai centenas de jovens por toda a Itália e fora dela, sobre a atuação do movimento e comenta a política de Bolsonaro.

Vivemos, sobretudo, uma guerra de NARRATIVAS com um claro propósito ideológico de manutenção da hegemonia pós-liberal GLOBAL. Distorce-se assim a ideia real de socialismo e identitarismo.

O CasaPound

O Casa Pound hoje é um movimento e partido nacionalista italiano, que apesar de não se reconhecer nas definições políticas clássicas de direita ou esquerda, é definido pela mídia sistêmica e governamental como “extrema-direita” (termo midiático e taxativo). De 2003 a 2008 era apenas uma associação de promoção social, mais conhecida pelas suas ocupações de casas vazias, as casas ocupadas são recuperadas e servem de alojamento a famílias de sem-teto italianos. O nome da organização é uma homenagem ao poeta estadunidense Ezra Pound.

Veja também

A Casa Pound baseia a sua atividade no voluntariado, uma das forças utilizadas para difundir o seu ponto de vista social, em particular no que diz respeito às questões habitacionais. Com uma estrutura de âmbito nacional, a associação propõe o desenvolvimento de uma forma orgânica, de um projeto e de uma estrutura política novas, distantes da “politicagem eleitoreira”. Por intermédio do Projeto Mutuo Sociale exercem pressão, tanto a nível local como a nível nacional, para fazer aprovar novas leis de direito à habitação condigna. Desde a sua fundação a Casa Pound tem levado a cabo dezenas de apresentações de livros inconformistas e antissistema, não negando inclusive o seu espaço a representantes de ideais políticos que não os seus – em alguns casos mesmo antagonistas aos seus – e conferências públicas sobre temas tão díspares quanto a República Islâmica do Irã e o 11 de Setembro, além de ações humanitárias como a recolha de brinquedos para crianças e recolha de alimentos para vítimas de catástrofes.


Fonte original do vídeo: Estadão TV (Youtube)


COMPRE NA LIVRARIA SENTINELA

 

O Sentinela Vídeos
siga em
Nos ajude a espalhar a palavra:
Gostou do artigo? Você pode contribuir para o site com uma doação:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.