Resposta ao vídeo de mentiras dos integralistas

Nos ajude a espalhar a palavra:

Essa é uma resposta a o vídeo do integralista Moisés Lima publicado em seu canal no youtube. No vídeo chamado “INTEGRALISMO e NAZISMO” o Sr.Lima demonstra sua total ignorância ou até mesmo canalhice com respeito a verdade, servindo de desinformante para qualquer um que tenha assistido ou venha assisti-lo.

Como o título deixa claro, o assunto será uma comparação entre o integralismo e o “nazismo” ou como preferimos falar, Nacional Socialismo. A intenção de seu vídeo é de mostrar que a sua ideologia integralista não possui menor relação com o Nacional Socialismo, e que na verdade eles são opostos e inimigos, esclarecendo para as pessoas que acreditam que os dois não passam de dois grupos de direita extremista com os mesmos ideias. Graças a nossa mídia sionista anti patriótica e progressista. A princípio a intenção do vídeo soa justa, sendo que sim, as duas doutrinas não são irmãs, e que elas possuem muitas diferenças, e esclarecer isso não só beneficiaria os integralistas mas também os nacionais-socialistas, assim como o povo, que merece saber a verdade.

Receba nossas postagens por e-mail

Porém a maneira com a qual Moisés tratou a questão foi de uma irresponsabilidade enorme, e é sobre as mentiras que ele despeja no seu vídeo que iremos tratar aqui. Demonstrando que, ou ele não sabe do que fala, ou é um mentiroso. De qualquer maneira então, ele é alguém que não deveria estar falando de assuntos no qual desconhece, como celebridades como Anitta, e também alguém que não deve ser confiado para se obter informações.

Acredito eu que com tanta pressa para desassociar a sombra do Nacional Socialismo de suas cotas, os integralistas sem saber como fazer tal coisa, demonstram a sua infantilidade intelectual, e ao invés de abordar os fatos, partem a um ataque direto e calunioso contra seus adversários. Nesse caso associando o Nacional socialismo ao comunismo.

Essa posição, apenas demonstra que o indivíduo nada sabe do tema, e fazendo qualquer estudioso gargalhar. Porém, é por isso mesmo que acredito que a verdadeira razão desse vídeo além de limpar a barra deles é de atingir as novas massas políticas que estão surgindo, sendo essas a nossa direita brasileira, composta por liberais e neoconservadores. Associando o Nacional socialismo ao comunismo, e se colocando fortemente contra eles, é uma tentativa frustrada de talvez serem notados por essa direita e tentar subir no poder se apoiando a eles. Estratégia na qual a FIB [Frente Integralista Brasileira] está realizando agora com seu apoio a Jair Bolsonaro. Dá até pena de ver eles felizes com migalhas. Parecem um garoto tentando chamar a atenção dos meninos mais velhos para o deixarem jogar futebol. Patético!

E com isso os integralistas traem os seus próprios ideais e princípios, apoiando pautas como liberalismo e capitalismo, que eles deveriam se opor. Querem uma diferença entre um integralista e um Nacional Socialista? Só existe um que trai seus ideais em busca de poder político. Mas chega de enrolação, vamos direto para as mentiras ditas no vídeo.

Para começar, ele fala “O nazismo tem muitas semelhanças com o comunismo”, então coloca uma foto de uma moeda alemã, com o símbolo da águia segurando ferramentas de trabalho, mais precisamente a foice e o martelo, mesmos símbolos utilizados pelos comunistas. Isso não é um argumento que se pode levar a sério, podemos facilmente utilizar de outro exemplo para fazer uma contraposição. Existe no período do Regime NS [Nacional-Socialista] na Alemanha uma moeda que de um lado apresenta a suástica, e do outro a estrela de Davi. Como assim? Pode parecer confuso, mas essa moeda foi produzida para comemorar a aliança entre o governo com os sionistas, onde trabalharam juntos para realizar um plano de migração judaica da Europa para um país que poderia ser dos judeus para os judeus. A existência dessa moeda faz com que os Nacionais Socialistas sejam pró judeus ou até mesmo sionistas? Não! Por isso mesmo uma moeda com ferramentas que representam o trabalhador não faz com que o Nacional Socialismo seja semelhante com os comunistas.

Depois continua a falar absurdos, por começar a definir o que é o Nacional Socialismo através de seu nome. Ele diz então que o “Socialismo” no nome representa o socialismo marxista, e o “Nacional” representa o nacionalismo pagão (!?).

Qualquer um que pretende ser levado a sério deve saber que não existe um único socialismo, e que o socialismo marxista apesar de ser o mais popular atualmente, é apenas um entre vários. O Socialismo alemão é muito mais antigo que Marx, e possui diferenças gritantes com o Socialismo científico que viria depois. O socialismo que influenciou o Nacional Socialismo é muito mais voltado para o bem estar social e colaboração entre as classes do que o igualitarismo marxista. E inclusive possuía ideais cristãos, como exemplo o “Movimento Socialista Cristão” na Alemanha que combatia o marxismo e valorizava o trabalho, condenando e afastando os trabalhadores da Luta de Classes na qual Marx pregava. Fazendo o Socialismo defendido na Alemanha de Hitler totalmente contra o socialismo marxista.

Não somente na Igreja Católica mas também vamos pegar o exemplo do Deutsche Christen [Movimento Cristão Alemão] ou DC foram um movimento político eclesiástico organizacional e teologicamente complexo fundado em 1931 na igreja nacional protestantismo da Alemanha, cuja aspirações ideológicas de 1932 a 1945 era uma integração e diálogo entre o cristianismo protestante e o germanismo nacionalista. Foto: Arquivo Federal Alemão
Depois, o Sr. Lima sai ainda mais de sua área, falando da influência de Nietzsche sobre os Nazistas, mas especificamente a ideia do “Super Homem”. Distorcendo e afirmando que os Nacionais Socialistas deturparam a ideia de Nietzsche para criar e defender o seu racismo de superioridade racial, na qual o homem ariano seria superior aos demais povos. Engraçado que essa é a mesma narrativa mentirosa utilizada pela mídia, na qual o mesmo se coloca contra no inicio do vídeo.

É claro que ele utilizaria da narrativa do racismo alemão. Assim, ele consegue colocar o integralismo nesse pedestal da moralidade, afirmando que eles não são racistas, então não podem ser “Nazistas”. Integralistas se utilizam dessa técnica para parecerem bem vistos aos olhos de novatos, porém, dependendo de mentiras para serem vistos assim, e isto sim me soa exatamente como algo que os comunistas fazem.

Nada explica melhor o RACIALISMO alemão como Léon Dengrelle, onde este diz:

“O racialismo germânico foi totalmente destorcido. Nunca foi um racialismo contra ‘outras raças’. E sim um racialismo a favor da raça germânica. Estava concentrada em fazer a raça alemã forte e saudável em todos os aspectos. Hitler não estava interessado em ter milhões de degenerados, se estava em seu poder evitar isso. Hoje em dia encontramos alcoolismo e viciados em drogas por todo lugar. Hitler se preocupava em fazer as famílias alemãs saudáveis, se preocupava em ter crianças saudáveis para assim renovar a saúde da nação. Racionalismo Germânico significa redescobrir os criativos valores de sua própria raça, redescobrindo sua cultura. Era em busca da excelência, um ideal nobre. O racialismo Nacional Socialista não era contra outras raças, era em pró de sua própria raça. Com o objetivo de defender e melhorar sua raça, desejando que todas as outras raças fizessem o mesmo”.

“Afinal de contas, nossa verdadeira diversidade cultural humana está em preservar as diferentes culturas e povos do globo ou em misturá-las todas – independente do fato de sobreviverem ou não – somente para que sejamos aceitos como “tolerantes”? E quanto a sobrevivência de todas as riquezas culturais no mundo? E se de repente alguém afirmasse que povos africanos e asiáticos não poderão mais casar entre si para que tenham que aderir ao multiculturalismo, somente podendo contrair matrimônio com caucasianos, você acharia isso justo? Ame quem você é, cuide do seu povo, respeite seus ancestrais, sejam eles quais for ou a junção dos que os formou, mas como um discurso “nacionalista pretende se impor afirmando preferencialismo cosmopolitista e globalista da “aldeia global”?” – Edição deste site.

Esse era o verdadeiro objetivo por trás do RACIALISMO e não, racismo alemão. Mas foi totalmente deturpado pela mídia progressista e Hollywood no pós-guerra, fazendo com que se torne um tabu falar sobre qualquer tema racial. Então todos que leram essa citação acima devem escolher entre a verdade ou a narrativa da mídia… O Moisés parece que já escolheu seu lado.

Vale lembrar também quem foi que começou a chamar os Nacionais Socialistas de racistas, os próprios comunistas, utilizando disso como propaganda. Já que na ideologia comunista (e liberal) a raça é algo inexistente, já que todos somos iguais. Mas uma semelhança entre os integralistas e os comunistas, estranho, não?

Também é bom esclarecer a questão do Nietzsche. A sua filosofia nunca foi uma grande influência para os membros do NSDAP [em português: ‘Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães’], e sim ele foi introduzido por Alfred Baeumler na qual escreveu o livro, “Nietzsche o Filósofo e Político” onde este definiu o filósofo como sendo um grande influenciador do Nacional Socialismo. Quando na verdade os filósofos que tiveram mais influências foram Schopenhauer e Wagner. Quem mais se inspirou em Nietzsche foram os fascistas na Itália de Mussolini (Onde esse mesmo buscava as ideias dele), doutrina na qual Plínio Salgado, fundador do integralismo brasileiro se inspirou. Na verdade, Hitler não era fã de Nietzsche, criticando o várias vezes assim como o paganismo.

Então, Moisés fala que o Nacional Socialismo é internacionalista, assim como os comunistas. Eu realmente queria saber qual página da Wikipedia o Sr.Lima se informa, porque assim fica difícil. A melhor parte é que ele solta uma afirmação dessas e não dá nenhuma explicação (Aliás, o vídeo em nenhum momento há explicações mas somente afirmações jogadas para o espectador sem base qualquer). Mas eu vou responder essa, só para não deixar passar. Acredito que essa afirmação se dá (Assim como a do Nacional socialismo ser imperialista) por causa das conquistas territoriais realizadas durante a guerra.

Explicando, o Nacional socialismo defende um nacionalismo étnico e não civil como o Fascismo. Então todos que eram germânicos, pertenciam ao povo e nação germânica, e é esse império que Hitler queria reconstruir para seu povo. Fazendo com que ele expandisse territórios por vias diplomáticas. Até que a invasão da polônia aconteceu, em busca de um território que antigamente pertencia a Alemanha. Fazendo com que Churchill declarasse guerra contra a Alemanha e seus aliados. Só então as conquistas militares surgiram.

Temos então a primeira afirmação correta a respeito do Nacional Socialismo, ele é antidemocrático. Tenho que dar os parabéns para o Sr.Lima, por falar algo que todos já sabemos.

Mesmo assim não demorou muito para outra bobagem ser dita, afirmando que o Nacional Socialismo é materialista como o comunismo. Eu gostaria de saber como um regime que defende a religião, o cristianismo, o misticismo germânico e uma luta espiritual para com uma vontade absoluta, pode ser materialista. Até mesmo a visão racial deles não era vista de um ponto de vista material, e sim espiritual, se colocando contra inclusive ao Darwinismo.

Outra comparação imbecil realizada é de que o Nacional Socialismo possui um regime autoritário, o comunismo também, logo os dois são iguais. Esse argumento é tão justo quanto o argumento de  um ancap [anarco-capitalista] quando diz que qualquer poder estatal existente já é considerado comunismo.

Engraçado que o Sr.Lima não fala o mesmo do Fascismo que é ainda mais estatizante que o Nacional Socialismo e foi a inspiração do Integralismo brasileiro.

Seria o integralismo brasileiro baseado em um regime que é igual ao comunismo?

Aqui o Moisés se contradiz. Afirmando que o Nacional Socialismo é antissindical, está correto, mas a razão era que os sindicatos eram utilizados como massa de manobra por partidos comunistas para conseguir poder. A razão pela qual os Sindicatos, assim como os partidos foram abolidos, era justamente porque esses causavam conflitos internos, enquanto o povo deveria estar unido em pró da nação. O que faz a afirmação de o nazismo não ser nacionalista ir para a lixeira.

Então, no final do vídeo ele mostra que o integralismo sempre foi contra e combateu o Nacional Socialismo, fazendo dele um inimigo declarado. E com esse vídeo sendo publicado agora, 6 de março de 2020, deixa claro o seu objetivo. “Limpar a barra” dos integralistas e tentar se conciliar com as forças anticomunistas da nova direita brasileira. E para isso não importa se eles mentem ou desinformam, tudo vale para fazer o movimento crescer, o qual está desde os anos 1930 sendo tratado como uma piada, não tendo respeito pelos seus adversários e nenhum apoio de seus aliados. Em vez de confraternizar com outras vertentes de terceira posição, permanecem atrás do que está na moda. E exatamente por isso que nunca tiveram nenhuma vitória como movimento e sempre serão lembrados como realmente são, galinhas verdes.

Arte da internet
siga em
Últimos posts por Nick Clark (exibir todos)
Nos ajude a espalhar a palavra:
Gostou do artigo? Você pode contribuir para o site com uma doação:

One thought on “Resposta ao vídeo de mentiras dos integralistas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − 10 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.