fbpx
Membro do Aurora Dourada da Grécia preso após 9 meses de fuga

As autoridades gregas prenderam um membro condenado do partido nacionalista Aurora Dourada após nove meses de fuga, disse um ministro do governo.

Christos Pappas, o vice-líder do partido, foi levado sob custódia em Atenas. Ele está entre os seis ex-legisladores condenados a 13 anos de prisão após um julgamento histórico em outubro que concluiu que a Aurora Dourada havia operado como uma “organização criminosa”, sistematicamente realizando ataques contra antifascistas e invasores não brancos.

 

Ele fugiu pouco antes de as sentenças serem anunciadas, em meados de outubro, mas agora se juntará ao restante da liderança da organização na prisão.

LEIA: Eurodeputado do Aurora Dourada extraditado para Atenas para cumprir pena de prisão

Inicialmente, a polícia suspeitou que o Sr. Pappas, 59, pudesse ter fugido para o exterior, e um mandado de prisão internacional foi emitido em janeiro deste ano. No entanto, descobriu-se que ele estava muito mais perto de casa: a polícia disse que os policiais o localizaram em um apartamento perto do centro de Atenas e o prenderam junto com uma mulher de 52 anos.

 

O declínio do Aurora Dourada foi tão dramático quanto sua ascensão, motivado pelo obscuro caso do assassinato de um rapper da ANTIFA Pavlos Fyssas em 2013 por, segundo a justiça grega, um de seus membros, Giorgos Roupakias. O assassinato levou à prisão da liderança do partido e a uma perseguição política de cinco anos que colocou a maioria de seus políticos e dezenas de seus apoiadores na prisão.

LEIA: Líderes do Aurora Dourada condenados à prisão

O Sr. Pappas foi um dos dois membros proeminentes da Aurora Dourada que fugiram da prisão após sua condenação. O segundo foi Ioannis Lagos, um membro do Parlamento Europeu que aproveitou sua imunidade para escapar de sua sentença até que outros legisladores europeus a revogassem. Isso levou à sua extradição para a Grécia em maio.


Fonte: Daily Archives

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Quer receber nossas notificações?    SIM! Não, obrigado (a)