[DOCUMENTÁRIO] Farmlands, de Lauren Southern

Nos ajude a espalhar a palavra:

Há um genocídio branco ocorrendo na África do Sul. Essa é a conclusão alcançada pela ativista e cineasta  Lauren Southern em seu novo documentário de longa-metragem “Farmlands” (‘Terras de Fazenda’, em tradução livre para o português).

A base do filme é a história complicada do país com a propriedade da terra e a tragédia que surgiu a partir dessas questões nos últimos tempos.

A taxa de criminalidade na África do Sul é perturbadoramente alta. Dezenas de protestos são reunidos nas ruas todos os dias, e prédios municipais e casas escolares são comumente queimados ou derrubados. Como os legisladores aprovaram uma resolução que permite a apreensão e a redistribuição de terras de fazendeiros brancos sem compensação, houve um aumento no assassinato de proprietários de fazendas brancas na região. Esses assassinatos são descritos detalhadamente por pessoal da cena do crime, ativistas da área e parentes dos mortos.

O filme mostra como o governo e os policiais falsificam estatísticas e escondem a verdade por trás desse massacre. Em defesa de suas práticas, essas instituições insistem que não há evidências de que esses ataques sejam motivados por motivos raciais.

Durante o curso do filme, Southern adentra na questão das “leis de fortalecimento econômico negro” do país. Em um segmento, ela visita um acampamento de posseiros habitado por famílias brancas que são destituídas e forçadas a viver sem conforto básico ou sequer assistência médica. “Não há ajuda para os brancos na África do Sul”, explica o dono do acampamento. Southern também aponta para as dezenas de milhares de brancos minoritários que fugiram do país, e os protestos se opuseram às questões agrícolas que foram ignoradas pelo governo.

Southern e seu filme foram recebidos por vociferantes vozes de progressistas e defensores do establishment atrás de suas ONG´s que afirmam que sua mensagem é motivada pelo um suposto “racismo velado”. Seus críticos dizem que sua narrativa é uma “repreensão preventiva” ao fim do apartheid, mas é um alerta para os ocidentais que estão se tornando rapidamente a nova minoria. Os espectadores podem decidir por si mesmos se os eventos e as histórias pessoais retratadas nas fazendas são indistintamente enganosos ou indicativos de uma epidemia maior de violência racialmente motivada.

Contra fatos não há argumentos!

Escritores: George Llewelyn-John, Lauren Southern
Estrelas: Lauren Southern, Simon Roche, Eileen de Jager e outros.

Ver também

O genocídio Bôer na África do Sul: o que está acontecendo?

Lauren Southern
Siga em:
Últimos posts por Lauren Southern (exibir todos)
Nos ajude a espalhar a palavra:
Gostou do artigo? Você pode contribuir para o site com uma doação:

3 thoughts on “[DOCUMENTÁRIO] Farmlands, de Lauren Southern”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − dois =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.