Adeus Facebook!

Nos ajude a espalhar a palavra:

Fabinho Santos, em um vídeo diferente, não de refutação mas de explanação, fala do porque desativou seu no Facebook e os danos pelos quais os nacionalistas e todas as pessoas deveriam abandonar a Rede Social, um instrumento que se por um lado facilita a vida, por outro, aliena e rebaixa o ser. No vídeo, Fabinho também aborda a acomodação e falta de apoio de muitos nacionalistas e terceiroposicionistas sobre a falta de apoio às páginas e trabalhos divulgados por nacionalistas.

Instagram Fabinho Santos: @fabinho_santos_ec

Nos ajude a espalhar a palavra:

One thought on “Adeus Facebook!”

  1. Bom dia!

    Camaradas, Redação e Fábio,

    Faz mais de 1 ano que deixei de usar esse lixo, e realmente é nauseante ver os efeitos práticos de pessoas ao seu lado totalmente desligadas enquanto utilizam essa porcaria. No mínimo, ridículo. Infelizmente não excluí minha conta, porque eventualmente em alguma entrevista de emprego o contratante solicita alguma rede social, e me parece não ser muito útil demonstrar ser um “ermitão” (Muito embora, de fato eu não simplesmente logar por lá à muito tempo) / estava escrevendo enquanto ouvia, e ao fim do vídeo percebi que tocaste neste ponto e sim, os rh’s de fato vasculham e isso não é novidade pra ninguém, suas postagens e etc, só por isso não exclui.
    De fato, essas redes consomem tempo, raciocínio lógico (devido ao modo de apresentação mastigado de conteúdo, a inflexibilização da discussão, etc), saúde, como comentado e etc. Sem contar é claro, de nossa auto exposição aos algoritmos de mercado e espionagem online..
    No mais, em dado momento do vídeo você cita que algumas pessoas tem preguiça de ler em “pdf”, e de fato, eu mergulho nas profundezas de artigos e textos online, mas livros, é complicado.. Adotei a seguinte estratégia: Ou compro, e aí sim leio com foco (Ler em pdf livros que em alguns casos equivalem à extensão de 10 artigos por aí, me dão dor de cabeça), ou imprimo e encaderno o pdf, assim terei o livro físico e poderei adentrar a leitura. É oneroso, mas vale a causa, inclusive foi apenas assim que consegui por exemplo, ler O Judeu Internacional de Henry Ford, entre outros.
    Segue a luta, e abraço aos camaradas!

    Pedro Conejo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.