Considerações Sobre o Direito de Propriedade — Parte Dois: O Absolutismo das “Privatizações” Sobre o Mercado

Se o laissez-faire fosse algo verdadeiro e predominante, estaria a serviço das sociedades e pertenceria às mesmas. Caso a concentração esteja presente, todas as promessas acerca da livre iniciativa perdem a validade e o sentido, pois o mercado deixa de…