fbpx

Jack Donovan (1974) é escritor, crítico e editor estadunidense do estado da Pensilvânia. Ele escreve e fala sobre masculinidade e tribalismo há mais de uma década e é conhecido por seus trabalhos sobre a reivindicação da masculinidade e críticas ao feminismo e homossexualidade na era era Pós-moderna. Seu trabalho mais reconhecido é o livro de 2012, "The Way of Men", no Brasil, "O Código dos Homens", pela editora Simonsen (1ª edição de 2015), considerado seu trabalho mais importante, porque é nele que ele apresenta uma teoria direta e politicamente incorreta da masculinidade, por meio de seu conceito de virtudes táticas que se tornou um sucesso. Ele também é colaborador regular do site AlternativeRight.com, Counter Currents, Radix Journal, The Spearhead e e também lecionou nos National Policy Institutes (2013) e American Renaissance (2014). Atualmente, mora no noroeste do Pacífico, onde lidera uma sede dos infames "Wolves of Vinland", uma tribo esotérica de pagãos germânicos. Seus trabalhos: "Androphilia: A Manifest Rejecting the Gay Identity Reclaiming Masculinity". Scapegoat Publishing (2007); "Blood-Brotherhood and Other Rites of Male Alliance". Dissonant Hum (2011); "No Man's Land", Creative Commons license (2011); "The Way of Men Oregon", Dissonant Hum (2012); "To Sky Without Eagles". Dissonant Hum (2014); "Becoming to Barbarian". Dissonant Hum (2016) e "A More Complete Beast", Dissonant Hum (2018)

Jack Donovan: Todo mundo é uma prostituta

A retórica da inflação de ego está em todo lugar. No trabalho, na escola e no shopping, os americanos esperam que todos digam o quão especiais, talentosos e importantes eles

Leia mais

Tornando-se os Novos Bárbaros

Pode haver um colapso. Poderia acontecer. Poderia acontecer amanhã. Deuses vingativos poderiam arremessar rochedos dos céus, varrendo a terra com incêndios e inundações. Poderia haver sangue nas ruas e ranger

Leia mais
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Ativar Notificações    OK No thanks