fbpx

Trecho de Titus Burckhardt, “A Arte Sagrada no Oriente e no Ocidente” (1995), em que o autor fala acerca da importância da forma e do simbolismo na Arte Sacra. Para que uma obra corresponda ao que se entende na perspectiva tradicional como “arte sagrada”, não basta que o artista empreste o tema do universo sacro ou religioso: é necessário que a forma mesma seja proveniente dessa relação aberta com o Divino e que a criação se dê dentro dos marcos da ciência dos símbolos transmitida pela respectiva tradição.


VISITE NOSSA LIVRARIA

[carousel_slide id=’21184′]

By Carlos Alberto Sanches

Sociólogo de formação; Pesquisador de Antropologia, Metapolítica, Metafísica Tradicional e Tradição Perene

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Quer receber nossas notificações?    SIM! Não, obrigado (a)