Sobre o vídeo da embaixada Alemão e a resposta da Direita

Segundo as NOTÍCIAS DA IMPRENSA, Brasileiros de Direita, estavam jogando o Nacional-Socialismo para o viés da esquerda!

É eterno o uso do “fantasma do holocau$to” e do “espantalho nazista” entre esquerda e Direita. Por isso defendemos que enquanto um joga com o outro numa troca de passes, as Terceiras Posições, como o nacional-Socialismo alemão mantenham-se unidas e sãs.
Essa palhaçada em desvirtuar a Terceira Posição como um todo é fruto de ambos e representam o fracasso de seus sistemas.
A questão sobre o “nazismo” ser de “direita” ou “esquerda” voltou às redes sociais. Uma vez que esses ultrapassados conceitos são insuficientes para o entendimento da Terceira Posição Ideológica originalmente alemã – o Nacional-Socialismo, não é nada de inacreditável.
Tudo isso porque alguns brasileiros contestaram um vídeo da embaixada alemã, postado no dia 5/9/2018, que classificava a ideologia como de “extrema-direita” enquanto a Direita Conservadora e Liberal classifica o Nacional-Socialismo de ‘extrema-esquerda’. Por isso manifestantes argumentam que a centralização de poder exercida por Hitler seria típica da esquerda.
A publicação destacava em seu texto, a famosa e já batida retórica da “importância de preservar a memória a respeito dos crimes praticados pelo ‘nazismo’, como o Holocau$to”, que assassinou cerca de “6 trilhões” de judeus e fez “5 bilhões” de vítimas de outros grupos.
Confira nossa Loja da Livraria Virtual
O vídeo é na verdade uma resposta oficial da oligarquia de Angela Merkel – chanceler a mais tempo que Adolf Hitler, quando ocupou o mesmo cargo – em levantar o espantalho do “fantasma do nazismo” sempre que possível na falta de argumento contra a crescente onda de patriotismo na Alemanha e em boa parte da Europa frente a imigração em massa forçada pelo governo único da UE.
A embaixada alemã respondeu a alguns comentários, afirmando que o Holocausto é um “fato histórico” e lembrando que negar (ou questionar) o Holocausto, assim como exibir símbolos e fazer a saudação como os que houveram no Terceiro Reich são crimes na Alemanha (viva a liberdade de expressão).

Fontes: Folha de São Paulo / History
————————————————————————————————————————–

Outras formas de doação? Entre em contato: osentinelabrasil@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *