O Buda de Oseberg – Uma herança Inevitável

Nos ajude a espalhar a palavra:
O navio Oseberg que saúda os visitantes do Museu dos Navios Vikings em Oslo, Noruega, foi desenterrado em 1904 e fez parte de uma cerimônia fúnebre, extraordinariamente abastada. Ele foi içado ao continente e transformado num gigantesco túmulo. Uma urna funerária foi construída em seu interior, onde duas mulheres foram sepultadas em 834 DC.
Juntamente aos corpos, foram depositados diversos objetos de metais preciosos, posteriormente alvos da ação de ladrões. Entretanto, inúmeros objetos de valor inestimável para a arqueologia foram preservados, dentre eles o denominado “Buda do balde”. Aqui trata-se de duas figuras que adornam ambas as bases da alça de um balde e representam uma figura humana sentada.

Confira nossa Loja da Livraria Virtual

A parte superior da cabeça é plana, porém, com representação bastante nítida do penteado. Sua face com os olhos fechados aparenta uma expressão profunda. O peito do homem está adornado com um trabalho em esmalte vermelho e amarelo. Quatro suásticas formam a decoração, algo muito comum na tradição budista e que representa a felicidade e o espírito superior.
Além da possibilidade de uma origem comum que remonta a uma extraordinária civilização desaparecida há mais de 10 mil anos, os Vikings poderiam ter tido de fato contato numa época mais recente com missionários budistas durante suas expedições. Estátuas de Buda datadas do século VI foram encontradas na ilha de Helgö, Suécia. Porém, o “Buda de Oseberg” não parece ter sido “importado” da Ásia. Suas características apontam fortes semelhanças com outros achados arqueológicos da Irlanda, Inglaterra, Noruega e Holanda, os quais também apresentam semelhantes trabalhos em esmalte vermelho e amarelo.

Seria interessante saber se o pequeno Buda que decora a alça do balde de Oseberg também foi alvo da intolerante palhaçada promovida no shopping da Gávea, no Rio de Janeiro 

————————————————————————————————————————–

Outras formas de doação? Entre em contato: osentinelabrasil@gmail.com

Nos ajude a espalhar a palavra:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.