NOTA: ATENTADO A JAIR BOLSONARO

Posicionamento

A mídia O Sentinela e seus colaboradores, a respeito do atentado que o candidato Jair Bolsonaro teria sofrido em Juiz de Fora, ontem (6), na quinta-feira, demonstram aqui, através de sua visão sobre esse fato, o quanto é grave o quadro de instabilidade política que vive o país. Principalmente nesses tempos mais recentes.
Atitudes como a ocorrida em Juiz de Fora são típicas de cenários político nacionais instáveis e de convulsões sociais graves. Um coisa que não é nova no Brasil nem exclusivo da nossa geração, mas que tem se intensificado de forma mais rápida e mais grave nos nossos tempos.
Então, como uma espécie de “bolha”, não somente temos a instabilidade na política econômica, de governo, segurança, saúde ou educacional mas tudo isso converge para uma turbulência na questão sócio-comportamental.
Independente das opiniões e teses
Independente se o atentado ocorrido tivesse sido “false flag” ou atentado legítimo com motivação política/ideológica de um ou vários em particular, a grande questão aqui é a COVARDIA que é inaceitável entre os verdadeiros nacionalistas e outros dissidentes de caráter. 
Se fosse uma “false flag” seria covardia contra o país e os partidários de Jair (e não estamos dizendo que foi o caso!), e se tratando de um atentado – feito da forma como ocorreu – também seria covardia, uma vez que foi feito “pelas costas”, ou seja, na distração da vítima e impossibilidade de defesa contra um homem de 63 anos de idade. 
Outra questão a ser levantada, além da covardia dos envolvidos (o tal ‘Adélio Bispo’ ou quem mais que seja, caso exista), é parar para pensar; oque pretendem esses opositores políticos que se regozijam do atentado, pulando e festejando? Fabricar um mártir ou um ícone? É uma tolice, além de falta de caráter. 
Não senhores, não somos assim, não dessa forma, prezemos a honra. A coisa está muito “crua” para que se levantem teses assertivas. Mas prestemos atenção naquilo que nos é devido. Não somos covardes, repudiamos manifestações covardes como essa e prezamos a honra acima de tudo. 
Nosso compromisso é com a liberdade através da verdade. E ela sempre vem. Mas não compactuamos com atos covardes. 
————————————————————————————————————————–
Oque aconteceu? 


Ontem, na quinta-feira (6), por volta do final do período da tarde, foi noticiado que o candidato a presidência da República pelo partido PSL, Jair Bolsonaro havia sofrido um atentado à faca na cidade de Juiz de Fora (MG), enquanto fazia ato de campanha.

Bolsonaro era carregado nos ombros por apoiadores quando um homem se aproximou e o feriu na barriga. O deputado federal e candidato foi levado para a Santa Casa da cidade, passou por uma cirurgia no intestino e ficará internado na UTI. O homem que desferiu o golpe, Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos, foi prontamente preso e aguarda processo, do qual alegou, segundo sua defesa, ter sido motivo por questões religiosas e políticas.

Atos covardes não geram boas consequências:

Gavrilo Princip, estudante sérvio da Bósnia ligado à organização conhecida como Mão Negra e autointitulado anarquista radical, desferiu os tiros que mataram, em Sarajevo, no dia 28 de junho de 1914, o arquiduque do Império Austro-Húngaro e presumível herdeiro do trono imperial, Francisco Fernando, e sua esposa, Sofia, Duquesa de Hohenberg.

O Assassinato de Sarajevo ocasionou o Ultimato de julho, que levaria, em algumas semanas, à eclosão da Primeira Guerra Mundial. 

————————————————————————————————————————–


Outras formas de doação? 
Entre em contato: osentinelabrasil@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *