Movimento Identitário da Áustria Critica Prisões Incompreensíveis em Graz

Nos ajude a espalhar a palavra:
As recentes detenções e acusações de 17 membros do Movimento Identitário da Áustria (IBÖ) sob as leis anti-máfia acusados de formar uma “organização criminosa” pela promotoria público da cidade de Graz têm sido incompreensíveis, diz partido parceiro da coligação, o Freiheitliche Partei Österreichs (Partido da Liberdade da Áustria, FPÖ).
Harald Stefan, porta-voz de judicial do FPÖ e membro do Conselho Nacional (parlamento), foi o único político a atacar a acusação dos ativistas do IBÖ. Anteriormente, muitos jornalistas, editores e até o porta-vozes da justiça do Partido Social Democrático Socialista (SPD) (Sozialdemokratische Partei Österreichs), condenaram as acusações como um claro abuso de poder.
Os ativistas do IBÖ foram acusados ​​em Graz pelo promotor público independente da cidade, por formar uma “associação criminosa” sob a cláusula §278 StGB das leis anti-máfia do país.
Graz, a segunda maior cidade da Áustria, é notória por ser uma “fortaleza” do Kommunistische Partei Österreichs (KPÖ), e esse partido detém dez lugares no conselho da cidade. O conservador Österreichische Volkspartei (Partido do Povo Austríaco ÖVP) tem 19 lugares, o FPÖ tem 8, o cripto-comunista Partido Verde, 5 e o SPÖ também 5.
Stefan disse que a decisão do promotor de Graz estava além de sua compreensão. “As ações do promotor de Graz são, a meu ver, inaplicáveis”, disse Stefan.

“As atividades dos identitários parecem muito semelhantes às de organizações como o Greenpeace. Se esse padrão for mantido, é provável que muitas organizações tenham que ser acusadas criminalmente, e a democracia não pode suportar isso ”.

Ele acrescentou que seu partido sempre se comprometeu a usar a lei criminal “o mais moderadamente possível”, quando se tratava de “restrições à liberdade de expressão”.
O porta-voz do SPÖ, Jarolim, disse que considerava a aplicação do §278 StGB ao IBÖ como um “abuso da lei”. Ele acrescentou que não gostava dos identitários, mas observou “com preocupação” que os promotores estavam “recorrendo a ferramentas que não foram criadas para esses casos”, e que a lei foi dirigida à máfia.
Os identitários foram acusados ​​em relação à incidentes como a participação de protesto na sede do Partido Verde de Graz em 2016, quando vários membros subiram no telhado, abriram uma faixa com as palavras “islamização mata” e despejaram tinta vermelha no prédio.
O promotor público acusa o IBÖ de incitar “ódio aos muçulmanos”.
Em seu website, os líderes do Movimento Identitário Martin Sellner e Patrick Lenart – o principal acusado – rejeitaram as alegações “com termos mais fortes”. As alegações do promotor “contradizem a crítica sempre diferenciada” feita pelo IBÖ com uma “forte ênfase nas diferenças entre muçulmanos e islamistas”, disse o grupo, acrescentando que a “islamização da Europa não é uma mudança de religião, mas um processo que leva a desintegração das sociedades europeias.”
O IBÖ também disse que está ansioso pelo próximo processo judicial “com grande confiança no estado de direito”, pois espera uma “oportunidade rápida para refutar as alegações do promotor, porque temos certeza de que o amor à pátria não é um crime.”
O IBÖ, como parte das “investigações”, teve todas as suas finanças apreendidas, e lançou um apelo por fundos para ajudar a defender a organização. Até agora, eles arrecadaram $ 31.970,00 da sua meta de $ 50.000,00. detalhes podem ser encontrados aqui.
 
Links da reportagem:
 
 
 
 
 
 
 
Veja Também:
 

 

O www.osentinela.org é um projeto de mídia informativa de viés nacionalista e tradicionalista brasileiro mantido pela própria equipe, escrevendo, editando e atualizando de forma pontual, além dos nossos leitores e seguidores de nossas mídias sociais.

O conteúdo sempre será livre e de forma gratuita, mas se você quiser incentivar esse projeto, poderá fazer com qualquer valor. Assim, estará sendo VOCÊ o financiador daqueles que acreditam na causa nacional.

 

  

Outras formas de doação através do contato [email protected]

Siga em:
Nos ajude a espalhar a palavra:
Gostou do artigo? Você pode contribuir para o site com uma doação:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.