Lembrança Acerca dos 59 Anos da Partida de Gustavo Barroso

Nos ajude a espalhar a palavra:
Gustavo Adolfo Luiz Guilherme Dodt da Cunha Barroso (Fortaleza, 29 de dezembro de 1888 — Rio de Janeiro, 3 de dezembro de 1959)
Hoje, 59 anos da partida de Gustavo de Barroso.
Civil, historiador, escritor, jornalista, folclorista, museólogo, político, embaixador, diplomata e jurista, homem de saber enciclopédico, poucos como Gustavo Barroso terão dedicado as forças nacionais tanto de suas atenções. E a atenção de Gustavo Barroso por elas sempre se revestiu de culto, carinho e exaltação. Seu currículo é tão extenso que gastaríamos horas para descrevê-lo completamente.
Homem que dedicou toda uma vida a escrita e as obras eternas de que é autor, é sem dúvida alguma um dos maiores brasileiros de todos os tempos, um dos maiores patrocinadores e incentivadores da cultura, do nacionalismo e do saber que já pisou nesta Terra e um dos escritores brasileiros mais prolíficos que já existiu. Gustavo Barroso continua a ser o professor de todos nós, pois por meio dele, muitos ainda hoje adentram o profundo do conhecimento das origens de nossa história, nosso próprio ser e a razão de estar, e ainda hoje, aqueles que são inimigos do verdadeiro conhecimento clamam fervorosos de pavor contra seu nome.
Entretanto, Gustavo Barroso continua vivo como um verdadeiro espírito soberano da liberdade do conhecimento, ao qual dedicara sua vida.
VIVA BARROSO!
Artigo de/sobre Barroso
 
 
 
 
 
 
Alguns livros de Barroso para download gratuito da nossa Biblioteca Online
 
 
 
 
 
 

O espírito do século XX – Gustavo Barroso

 
 
 

O que os Integralistas devem saber – Gustavo Barroso

 
(traduzido por Gustavo Barroso)

Outras formas de doação? Entre em contato: osentinelabrasil@gmail.com

Nos ajude a espalhar a palavra:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.