LEGA e M5E Desejam Aliança Nacionalista e Patriótica Continental

Nos ajude a espalhar a palavra:

A Liga, anteriormente conhecida como Liga do Norte, começou no início dos anos 1980 como um movimento secessionista do norte da Itália. Quando Matteo Salvini assumiu a liderança em 2013 do movimento então conhecido com Liga Norte, o partido estava abatido por denúncias de corrupção e tinha apenas 5% de apoio. Hoje, Salvini, com 45 anos é vice-primeiro-ministro e ministro do interior na coalizão que assumiu em primeiro de junho deste ano na Itália, está no auge, com a Liga comandando cerca de 30% do apoio nas pesquisas de opinião junto com o aliado, Movimento 5 Estrelas, com 17% pelo título de maior partido italiano.

Em um discurso no encontro anual da Liga, ocorrido neste domingo (01) Salvini afirmou que seu partido vai governar a Itália pelos próximos 30 anos, recebendo entusiasmados aplausos de milhares de apoiadores.
Para vencer nós tivemos que unir a Itália, e agora precisamos unir a Europa […] Estou pensando em uma Liga das Ligas da Europa, unindo todos os movimentos livres e soberanos que querem defender sua população e suas fronteiras. […] O que conseguimos fazer este ano, no ano que vem vamos fazer em nível continental […] Cada um de vocês é meu irmão e minha irmã, os filhos de vocês também são meus filhos. Vocês prometerão não se render até temos libertado os povos da Europa? — Afirmou, também referindo-se as eleições para o Parlamento Europeu em Maio de 2019.
Em seus esforços para construir uma rede de partidos nacionalistas de direita europeus, Salvini citou Marine Le Pen, da Frente Nacional francesa, o primeiro-ministro húngaro Viktor Orban e o Chanceler austríaco Sebastian Kurz, entre outros.
A declaração de Salvini ocorre dois meses depois de ele ter participado de uma reunião de lideranças nacionalistas e patrióticas europeias organizada por Marine Le Pen líder do Comício Nacional da França (anteriormente Frente Nacional) , na cidade de Nice, no sul da França. No evento, o grupo, que incluiu Geert Wilders, do Partido Holandês pela Liberdade, e Harald Vilimsky, do Partido da Liberdade da Áustria, lançaram sua campanha antes das eleições européias. Le Pen, com quem Salvini cultivou uma amizade por algum tempo, advertiu que uma maioria de nacionalistas nas votações poderia “mudar a Europa”.
A Liga reuniu-se com o movimento anti-sistema Movimento 5 Estrelas (M5S), liderado por Luigi Di Maio, de 31 anos, no início de junho para formar o primeiro governo populista da Europa Ocidental, depois que as eleições de março sofreram uma tentativa de derrubada. O M5S então surgiu como o maior partido individual nas urnas, mas com o apoio da Liga subindo de cerca de 18% para 30% nas pesquisas desde março, o partido agora é quase igual ao seu aliado.
As políticas anti-imigração do partido atualmente têm vantagem na coalizão, com Salvini reiterando na sexta-feira (29) que os portos da Itália seriam fechados a todas as ONGs (de Soros) envolvidas no resgate de migrantes do Mediterrâneo durante todo o verão, um período em que as chegadas chegam ao pico, afirmando que os que estavam a bordo “só veriam a Itália em um cartão postal”.
Sua promessa renovada veio no mesmo dia em que 28 líderes da UE chegaram a um acordo sobre como lidar com refugiados e migrantes irregulares. O acordo foi alcançado em meio a intensa pressão da Itália e depois que um navio transportando mais de 600 migrantes resgatados foi forçado a desviar para a Espanha depois que Salvini bloqueou a entrada.
Salvini disse que a abordagem dura de seu governo em relação à imigração e nas negociações com a UE alcançou mais do que seus antecessores haviam feito em seis anos.
“A felicidade de um povo vem em primeiro lugar”, proclamou Salvini no comício, provocando aplausos entusiasmados. Salvini pediu aos participantes da manifestação que “jurassem, sim ou não, libertar os povos desta Europa” e o “Sim!” veio na resposta retumbante da multidão.
Fontes: O Globo / The Guardian
 
Veja Também:
 
 
 
 
 
Complementar
 

 

O www.osentinela.org é um projeto de mídia informativa de viés nacionalista e tradicionalista brasileiro mantido pela própria equipe, escrevendo, editando e atualizando de forma pontual, além dos nossos leitores e seguidores de nossas mídias sociais.O conteúdo sempre será livre e de forma gratuita, mas se você quiser incentivar esse projeto, poderá fazer com qualquer valor. Assim, estará sendo VOCÊ o financiador daqueles que acreditam na causa nacional.

Outras formas de doação através do contato [email protected]

Siga em:
Nos ajude a espalhar a palavra:
Gostou do artigo? Você pode contribuir para o site com uma doação:

One thought on “LEGA e M5E Desejam Aliança Nacionalista e Patriótica Continental”

  1. Com uma união continental os europeus começaram a entender a gravidade da situação ao invés de continuar com o chauvinismo e as brigas internas inúteis por coisas que aconteceram antes de qualquer um de nós nascer, o próximo passo é uma união global. Nós estamos em uma luta global e toda vez que um país recupera o controle de si mesmo o inimigo mundial o destrói, um país de cada vez. A verdade é que o nacionalismo tem falhado repetitivamente por esse motivo, nós precisamos de uma estratégia global. Até que tenhamos o nosso movimento branco global para combater o nosso inimigo global, nós vamos continuar a perder. Qual é o ponto de se gabar que a sua nação ainda se mantém firme enquanto seu vizinho está caindo? É só questão de tempo até que o seu país seja o próximo a cair.

    Os nacionalistas ficam presos em cada detalhe autista ou esotérico, e começam a brigar uns com os outros sobre essas coisas e até mesmo a ver um camarada como inimigo por causa de uma divergência como a religião, enquanto os nossos inimigos nos cercam e se colocam para a vitória. Em um dos podcasts do White Rabbit Radio, o aluno do Bob explicou isso. "Se você é um general em um campo de batalha, você quer que seus homens discutam sobre as sutis diferenças entre os generais inimigos ou discutam as sutis diferenças entre o que os manuais de combate de cada unidade especializada dizem ou quer que todos os homens disparem suas armas contra o inimigo?"

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.