Jeremy Corbyn, Líder do Partido Trabalhista Britânico, Fala em Mudar Definição de Antissemitismo e Sionismo Ameça – e Vence

Nos ajude a espalhar a palavra:

Gordon Brown, ex-primeiro-ministro trabalhista Britânico disse que o partido deve agir “imediatamente” para corrigir a “mágoa” que causou à comunidade judaica. Advertindo Jeremy Corbyn que ele tem apenas alguns dias para remover essa “mancha” na história do partido.

Em uma conferência organizada pelo Movimento Trabalhista Judeu, Brown expressou “solidariedade” com o povo judeu. “Não podemos defender os direitos de algumas pessoas, em parte do tempo. Nós temos que defender todas as pessoas o tempo todo”.
Ele disse ainda que o Partido Trabalhista deve esta semana “unanimemente e inequivocamente” aceitar a definição internacional de anti-semitismo. “Essa mancha precisa ser removida. A dor que você fez deve ser desfeita imediatamente e nos próximos dias.Quem é Jeremy Corbyn?
Ele parece não se encaixar na política plutocrática anglo-americanaJeremy Bernard Corbyn é atual líder do Partido Trabalhista desde setembro de 2015 e líder da oposição na Câmara dos Comuns. É também deputado pelo círculo de Islington North desde 1983.Destacou-se nos movimentos anti-guerra, anti-nuclear e na defesa dos direitos humanos. Jeremy Corbyn, mais próximo dos movimentos contra a austeridade do grego Syriza e espanhol Podemos do que do centrista Tony Blair.

Auto-proclamado socialista democrático, Corbyn defende a renacionalização de serviços públicos e estradas, reabertura das minas de carvão, combate a evasão fiscal como alternativa à austeridade, abolição da cobrança de mensalidades nas faculdades e restauração das bolsas de estudo, uma política unilateral de desarmamento nuclear para financiar a infraestrutura e projetos de energia renovável, além da reversão de cortes de gastos no setor público e no sistema de assistência social aos mais pobres, em vigor desde o início do governo de David Cameron.

Corbyn também é membro da Amnistia Internacional e do Movimento de Solidariedade com a Palestina. Assim como foi presidente da “Coligação Parem a Guerra”, de campanha contra a Guerra do Iraque e a Guerra do Afeganistão, de 2011 a 2015.

Qual é definição oficial de antissemitismo: 
******************************************************************************************
Definição da IHRA working | Anti-semitismo
A Aliança Internacional de Recordação do Holocausto espera que a definição estrita do anti-semitismo ajude as organizações a combatê-lo. A definição é a seguinte:
“O anti-semitismo é uma certa percepção dos judeus, que pode ser expressa como ódio contra os judeus. As manifestações físicas e retóricas do anti-semitismo são dirigidas a indivíduos judeus e não judeus e / ou suas propriedades, em relação a instituições comunitárias judaicas e instalações religiosas ”.
O IHRA dá exemplos como:
#Acusar os judeus como um povo de serem responsáveis ​​por delitos reais ou imaginários cometidos por uma única pessoa ou grupo judeu, ou mesmo por atos cometidos por não-judeus.
#Acusar os cidadãos judeus de serem mais leais a Israel, ou às supostas prioridades dos judeus em todo o mundo, do que aos interesses de suas próprias nações.
#Negar ao povo judeu seu direito à autodeterminação, por exemplo, alegando que a existência de um Estado de Israel é um esforço racista.
#Aplicar padrões duplos exigindo de Israel um comportamento não esperado ou exigido de qualquer outra nação democrática.
#Usar os símbolos e imagens associados ao “anti-semitismo clássico” (por exemplo, alegações de que judeus mataram Jesus ou libelo de sangue) para caracterizar Israel.
#Traçar comparações da política israelense contemporânea com a dos “nazistas”.
#Prender judeus coletivamente responsáveis ​​por ações do estado de Israel.
***********************************************************************************************
Ele advertiu que alterar a definição internacional “destruiria a unidade” que é essencial para combater o anti-semitismo. “O Partido Trabalhista tem sido a última linha de defesa para as pessoas que enfrentam perseguição e discriminação”, disse ele. “A última linha de defesa nunca deve se tornar a linha de frente do problema.”

Isso aconteceu assim que Tom Watson, vice-líder trabalhista, assinou uma petição para o partido adotar a definição internacional de anti-semitismo “na íntegra e sem demora”, fazendo alusão ao anunciado de sua campanha, chamada “No Space for Hate” (Sem Espaço para o Ódio), da qual Watson elogiou o discurso “apaixonado” de Brown.

Tom Watson, vice-líder do Partido trabalhista e Gordon Brown primeiro-ministro do Reino Unido e líder do Partido Trabalhista entre 2007 e 2010, quando renunciou aos cargos
Watson disse que lançou a campanha depois de ver se tornar “cada vez mais desapontado com o tom do discurso político nas mídias sociais”, segundo ele, acrescentando que “Há algo de podre na linguagem abusiva e nos ataques pessoais aos parlamentares”.
Dame Margaret Hodge, parlamentar judia, disse no domingo que Corbyn não pode resolver a questão do anti-semitismo porque o próprio anti-semitismo “é o problema”.
O órgão regulador do Partido Trabalhista, o Comitê Executivo Nacional, votou na terça-feira a aceitação de toda a definição internacionalmente reconhecida de antissemitismo. Pois existem preocupações crescentes de que o significado na lei será significativamente diluído, impedindo investigações sobre alegações históricas podem hoje ser barradas, como o questionamento do Holocausto, por exemplo.
E pelo menos três deputados trabalhistas estão considerando seguir o deputado veterano Frank Field e renunciar ao partido se ele não adotar a definição completa de anti-semitismo.
Lord Sacks (chefe Sionista inglês)

Lord Sacks, ex-chefe dos rabino nacionais e representante sionista na Inglaterra alertou que o povo judeu está preparado para deixar a Grã-Bretanha se Jeremy Corbyn se tornar primeiro-ministro por causa da ameaça “existencial” que ele representa.

Ele disse que a maioria do povo judeu está perguntando “este país é seguro para criar nossos filhos”, pois acusou Corbyn de fazer comentários anti-semitas.
Na semana passada, Lord Sacks acusou Corbyn de ser anti-semita e comparou os comentários que fez antes de se tornar líder, no discurso “Rivers of Blood” de Enoch Powell.
Ele acusou Corbyn de também ter feito comentários anti-semitas depois que um vídeo surgiu do líder trabalhista dizendo em uma reunião que os “sionistas” britânicos não tinham “nenhum senso de ironia inglesa”.
Lord Sacks disse ao programa da BBC One Andrew Marr: “Os judeus estão na Grã-Bretanha desde 1656, não sei de nenhuma outra ocasião nestes 362 anos em que a maioria da nossa comunidade esteja perguntando se este país é seguro para criar nossos filhos. É muito, muito preocupante, é anti-semitismo.
“Quando as pessoas ouvem o tipo de linguagem que vem saindo do Trabalhismo, isso foi trazido à tona nos discursos anteriores de Jeremy Corbyn, eles não podem deixar de sentir uma ameaça existencial.”
John McDonnell, o chanceler das sombras, indicou que o Partido Trabalhista poderia adotar a definição internacional, em seguida, tomar uma decisão sobre advertências controversas futuras, em um esforço para acabar com a “polêmica”.
O grupo de base que apóia Jeremy Corbyn, pede que todos os parlamentares trabalhistas enfrentem eleições obrigatórias antes de uma eleição geral. Mas os planos que serão colocados na conferência trabalhista no final deste mês, serão vistos como um esforço para expulsar membros que não concordem totalmente com essas diretrizes do partido.

Fonte: The Telegraph
————————————————————————————————————————–
Veja Também:


(Documentario) Steven L. Anderson: Marcha para Sião (Marching to Zion)
(Documentário) Yoav Shamir: Difamação
Liga Judaica diz que sul-africanos brancos não sendo assassinados por negros; Trump está repetindo as alegações da “Supremacia branca”
A Verdade Proibida (Propaganda de Atrocidades e transformação milagrosa da Verdade histórica)
(Vídeo) Shulamit Aloni, ex-ministra de Israel explica o holocausto como chantagem internacional

Outras formas de doação? 
Entre em contato: osentinelabrasil@gmail.com
Nos ajude a espalhar a palavra:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.