Itália reduz idade de aposentadoria e adota “renda cidadã” para mais pobres

ROMA – O governo da Itália publicou na noite desta quinta-feira decretos para diminuir a idade mínima de aposentadoria e criar a “renda cidadã”, um para os mais pobres. As medidas eram promessas de campanha dos partidos Lega Nord (Liga Norte) e Movimento a 5 Stelle (Movimento 5 Estrelas), que formam a linha de frente da coalizão no poder.

O orçamento de 2019, adotado no final de dezembro, prevê sete bilhões de euros para a renda cidadã, principal promessa do Movimento a 5 Stelle (Movimento 5 Estrelas), e quatro bilhões para a reforma da Previdência, proposta da Lega Nord (Liga Norte).

A renda cidadã é destinada a cinco milhões de pessoas que vivem abaixo da linha da pobreza na Itália, tendo como requisitos serem italianos, europeus ou estrangeiros residentes no país há mais de 10 anos, sendo no mínimo os dois últimos de modo contínuo. Atualmente no país, cerca de pouco mais de cinco milhões de pessoas se encontram nessa faixa.

A renda máxima será de 780 euros por mês por cidadão, com acréscimos ou reduções a depender da composição do lar, durante um período de 18 meses, na qual os beneficiários não poderão recusar mais do que duas ofertas de trabalho.

A reforma da Previdência, chamada “Quota 100“, permitirá a aposentadoria aos 62 anos, com 38 anos de contribuição. A lei atual exige uma idade mínima de 67 anos.

O governo avalia que 355 mil pessoas poderão fazer esta opção a partir de 2019, incluindo 130 mil funcionários públicos, e espera que a medida abra caminho para a entrada de mais jovens no mercado de trabalho.

— Este governo cumpre com suas promessas — celebrou o chefe de governo, Giuseppe Conte, durante entrevista coletiva ao lado dos vice-primeiros-ministros Matteo Salvini (Liga) e Luigi Di Maio (Movimento 5 Estrelas), que afirmou que — O conselho de ministros decidiu fundar um novo Estado de bem-estar.

Contexto

Será que a Direita brasileira formada nas vídeo-aulas de Olavo de Carvalho e com base no fake news das redes sociais e aplicativo de celulares, promovidas por obscuras redes de financiamento, considera essa uma medida “comunista”? Será que o Lega e Movimento 5 Estrelas seriam considerados “comunistas” segundo a verdade desses “seres”? Pois a única justificativa que se usa no senso comum para justificar as atuais Reformas da Previdência e dos benefícios de política compensatória é a irresponsabilidade fiscal-administrativa do governo anterior considerado “comunista” e também chamado “populista”, tal como a atual coalização de governo italiana.

Segundo estimativas de 2016, a Itália tem cerca de quase 61 milhões de habitantes, um PIB de US$ 2,181 trilhões [1] e o 28º IDH entre os países (oque é considerado muito alto) [2]. Uma República parlamentarista unificada mais recentemente do que o nosso país, cuja população se aperta numa área total de 301 338 km² com uma densidade populacional de 201,1 hab./km² (28º) E segundo a mídia internacional, o Lega é considerado de “ultra-direita” ou “extrema-direita” enquanto o Movimento 5 Estrelas é chamado rotuladamente de “anti-sistema”.

O Brasil possui uma população de cerca de pouco mais de 208,5 milhões de habitantes (segundo as estimativas de 2018), com um PIB de US$ 3,217 trilhões numa área de 8.515.767,049 km² e uma densidade populacional de 23,8 hab./km² (182º) [3]. Temos os maiores recursos naturais, mão de obra e força de trabalho do mundo e, logicamente, muito mais recursos de crescimento do que a Itália.

Isso sem contar que ambos as gestões dos governos italiano e brasileiro possuem igualmente uma ótima relação com Israel e os sionistas. Entretanto, no Brasil, existe uma manipulação da mídia e do Governo Federal brasileiro onde as pessoas estão convictas de que existe um suposto deficit na previdência e que a reforma é necessária a urgente.

Notas:

[1] Istituto Nazionale di Statistica (Istat). demo.istat.it. “Statistiche demografiche“.

[2] Fundo Monetário Internacional. “Report for Selected Countries and Subjects“.

[3] Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. “IBGE apresenta nova área territorial brasileira

Fonte: O Globo

VEJA TAMBÉM

A Farsa do Déficit da Previdência – Explicado e Comentado

Enquanto a Paris de Macron está em chamas, a Roma de Salvini brilha ao colocar os italianos em primeiro lugar

Itália: Apoio à Salvini cresce após redução de 95% da imigração em massa

Liga e 5 Estrelas querem aliança nacionalista e patriótica continental

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *