[DOCUMENTÁRIO] Marchando Para Sião – Steven L. Anderson

SINOPSE / DESCRIÇÃO

Por mais de 1800 anos, os Judeus se dispersaram por todas as nações.

Então, em 1948, o impossível aconteceu. O Estado de Israel foi fundado e, mais uma vez, os Judeus tomaram posse da terra prometida. Muitos cristãos proclamaram o ocorrido como um milagre e uma bênção de Deus, mas isso foi realmente uma bênção do Senhor ou forças mais tenebrosas estavam agindo? Este filme traz a resposta.

Dirigido por Paul Wittemberger e escrito pelo pastor batista norte-americano Steven. L. Anderson, este filme-documentário mostra como os cristãos foram levados a acreditar que os judeus são o povo escolhido de Deus e que devem empenhar todos os esforços para manter o Estado de Israel seguro e seu povo protegido contra qualquer ameaça, não importando a maneira como estes vem se portando durante a história, bem como sua relação com o cristianismo.

Também mostra entrevistas com diversos representantes do judaísmo e expõe suas crenças, hábitos religiosos e o seu polêmico livro Talmude.

A Faithful Baptist Church (Igreja Batista da Palavra Fiel) é uma igreja  batista independente em Tempe, Arizona, nos Estados Unidos, fundada pelo pastor Steven Anderson. Os membros da igreja se encontram em um espaço de escritório localizado em um shopping center da cidade.

Anderson estabeleceu a igreja em dezembro de 2005 e continua sendo seu pastor. Seu credo fundamentasse no uso da bíblia do rei James. Ele e sua comunidade começaram a receber bastante atenção da mídia desde 2009, quando o líder Anderson fez duras críticas ao então presidente Barack Obama e contra a campanha de apologia ao homossexualismo deliberado corrente nos Estados Unidos. Não o bastante, também  enfrenta a Liga Anti-difamação (‘Anti-Defamation League‘), um establishment judaico sionista israelense milionário com sede em Nova York, desde a divulgação desse filme aqui apresentado (‘Marching to Zion‘), sendo processados por “anti-semitismo”, além de o pastor publicamente colocar em discussão a veracidade do chamado “holocausto judaico”.

Versão original em idioma inglês: framingtheworld.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *