Coleção Roma Antiga – Livraria O Sentinela

Nos ajude a espalhar a palavra:

Essa semana, a Livraria Revisionista O Sentinela anuncia três grandes livros em português de autores renomados sobre Roma Antiga. A nossa livraria ter por missão disponibilizar a baixo custo os melhores livros no mercado para aquisição dos leitores como incentivo a leitura e o conhecimento. A lista segue abaixo com grandes nomes; “SPQR – Uma História Da Roma Antiga”, da escritora Mary Beard; “Roma Antiga: De Rômulo A Justiniano”, de Thomas R. Martin e  “Grandes Batalhas: Canas 216 A.c., Aníbal Dizima As Legiões”, de Mark Healy.

Abaixo, segue a sinopse de de cada livro para adquirir.

SPQR – Uma História Da Roma Antiga

Livro de Mary Beard – ADQUIRA CLICANDO AQUI

Cobrindo mil anos da história romana, SPQR revela em detalhes como Roma cresceu de uma vila insignificante na Itália Central para se tornar a primeira potência global. A inglesa Mary Beard, professora de Cambridge e autora de vários best-sellers, vive há mais de 30 anos pesquisando o Império Romano. A partir de inúmeras leituras, estudos de arqueologia e de documentos escritos em pedras e papiros, ela faz uma análise eloquente dessa história e mostra o que os romanos pensavam sobre si mesmos e suas realizações. SPQR é a abreviação que os próprios romanos adotaram para o seu Estado: “Senatus Populus Que Romanus”, ou “Senado e o Povo de Roma”. Neste livro, Beard detalha como foi formada a identidade e a cidadania romana e mostra porque essa cultura ainda influencia o mundo no século XXI. Com mais de 100 ilustrações e inúmeros mapas, SPQR ficou mais de um ano em listas de best-sellers nos Estados Unidos e na Europa.

Grandes Batalhas: Canas 216 A.c., Aníbal Dizima As Legiões

Livro de Mark Healy – ADQUIRA CLICANDO AQUI

Costuma considerar-se, e com razão, que a batalha de Canas foi uma das maiores da história. A atuação de Aníbal tornou-se um clássico da estratégia, e estuda-se em pormenor nas academias militares de todo o mundo. Em Canas, os romanos apresentaram-se frente a Aníbal com um exército de 80.000 efetivos de infantaria e 6.000 de cavalaria. Aníbal defrontou-se com 40.000 infantes e 10.000 ginetes. O combate foi uma obra-prima de controle do campo de batalha. No final, os romanos tinham sofrido 47.500 baixas de infantaria e 2.700 de cavalaria, e 19.300 homens foram feitos prisioneiros.

 

Roma Antiga: De Rômulo A Justiniano

Livro de Thomas R. Martin – ADQUIRA CLICANDO AQUI

Thomas Martin é um historiador americano especialista na história do mundo greco-romano. Atualmente, ele ocupa a cadeira Jeremiah O’Connor no Departamento de Clássicos do College of the Holy Cross, onde ministra cursos sobre democracia ateniense, helenismo e Império Romano.

De um pequeno, pobre e ameaçado povoamento com poucos habitantes, Roma se transformou em um império que se estendeu pela Europa, norte da África e Oriente Médio. A influência romana é igualmente penetrante: conceitos e instituições fundadores da civilização ocidental de hoje lá se originaram. Para desvendar a ascensão e a espetacular queda deste que é considerado por muitos o maior império de todos os tempos, Thomas R. Martin parte do período da fundação de Roma por Rômulo, no século VIII a.C., até o domínio de Justiniano no ano 600 d.C., numa narrativa envolvente e multidisciplinar, que entrelaça história social, política, religiosa e cultural.

Os romanos tinham o hábito de preservar a história dos seus antepassados por meio de mitos. A fundação de Roma parte justamente de um mito célebre – a lenda dos irmãos Rômulo e Remo, que cresceram sendo amamentados por uma loba. Já adultos, em meio a acaloradas discussões sobre o local onde Roma seria fundada e como seria dividido o governo, Rômulo assassinou o irmão e se tornou o primeiro rei de Roma, recém-fundada por ele em 753 a.C. Essa disputa pelo poder, que acompanha Roma desde os primórdios, esteve na gênese dessa potência dominadora. As épicas batalhas, os grandes homens no poder, a crescente corrupção, os memoráveis discursos, a língua, a religião, as magistrais obras de engenharia humana como os aquedutos, as estradas, os anfiteatros, tudo é aqui mostrado a partir de uma perspectiva histórica ampla, como só alguém com quatro décadas de experiência fascinando os alunos com a história romana poderia fazer. Em dez capítulos fartamente ilustrados que perpassam os três períodos da cronologia tradicional – Monarquia, República e Império -, Thomas oferece mais do que um simples relato dos eventos transcorridos – trata-se de uma saga que abre uma janela única para as diversas facetas da história de Roma e a extensa e duradoura influência dessa civilização.

Fonte: Livraria Revisionista O Sentinela 

Siga em:

Sentinela

Site formado em 2013 com foco em história não oficial do Brasil e geral, política, filosofia, economia, cultura e etc.

Com foco geral em análises de um ponto de vista da Terceira Posição Política e do Revisionismo histórico, nossa missão e visão consiste em trazer a verdade (assim como questioná-la, já que nenhuma verdade é absoluta) sobre uma ótica diferente do habitual.

Pense diferente.
Siga em:
Nos ajude a espalhar a palavra:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.