A Justiça Brasileira é uma “Queda de Braço”

Nos ajude a espalhar a palavra:
Logo depois de a mídia brasileira por em destaque o caso do motorista ligado ao gabinete da  família Bolsonaro, logo no última dia expediente antes do longo recesso da “nobreza judiciária brasileira”, entra em cena o caso do concedimento de suspensão de prisão imediata de alguns envolvidos na operação lava-jato incluindo ex-presidente Luis Inácio “Lula” da Silva.
O importante aqui é não deixar de notar como essa queda de braço judicial, tratada pela imprensa nacional como um “novela das nove” de desenrola numa “batalha campal” não por justiça, mas numa “queda de braço” de poder político e influência, onde réus, investigados e acusados tentam de todas as formas possíveis comprar por, meio do lobby, as decisões judiciais dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), o andar das investigações da Polícia Federal e as bancadas parlamentares…
Estamos esquecidos de como a cúpula do governo Temer comprou na “cara dura” a maior parte da câmara dos deputados sabe-se lá prometendo oque em troca, através das negociações partidárias, para que o mesmo escapasse de uma votação de impeachment? Agora, a procuradora geral Raquel Dodge aceita, no final do seu mandato como presidente da República em exercício, acusações de corrupção. Da mesma forma, não mais nos lembramos como Aécio Neves, um verdadeiro bandido, teve a cara livrada pelo STF através de Ministro Gilmar Mendes?
O caso envolvendo a família Bolsonaro, claramente envolvendo corrupção como apontou o relatório da Coaf, faz com que os mesmos não tenham moral alguma para falar dos crimes pelos quais Lula é acusado, outro que igualmente participou e foi conivente com todos os processos de corrupção nos quais o seu partido estava envolvido.
Como espectadores de tudo isso, a maioria dos brasileiros que se diz politizado, escolhendo seus lados, faz vista grossa para ambos os seus políticos preferidos. Os petistas e afins preferem a todo custo ignorar as traições ao país causadas por seus governo instável e incompetente, que sendo mais do mesmo, apenas se agravou no desastroso governo Dilma e afundou de vez na gestão Temer, sua dissimulação e falta de objetividade. Afirmando slongas progressistas, renderam-se ao sistema financeiro e aos inimigos da pátria, assim como “cravaram uma estaca” no setor industrial e da construção civil nacional, alguns dos poucos setores nacionais que ainda tinham seu desenvolvimento, permitindo o agravamento da desindustrialização e da desnacionalização que virá com o próximo governo. Por outro lado, os conservadores e liberais, que defenderam um slogan de que “seu partido era o Brasil”, da ética, da disciplina e do pulso firme, agora veem mais do mesmo, com falta de ética, privatizações e desnacionalizações, fazendo vista grossa e saindo em defesa de tudo que os Bolsonaro fazem, antes mesmo de se pronunciarem!
O partido desses lados são os times deles. Saia desse beco sem saída, tem coragem e questione, aponte e princialmente, queira ver. Não existe ideologia no jogo do controle, existem a ganância do poder.

Outras formas de doação? Entre em contato: osentinelabrasil@gmail.com

Nos ajude a espalhar a palavra:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.