Revisionistas tentam derrubar a lei de educação obrigatória sobre o Holocausto no Oregon e são censurados

Nos ajude a espalhar a palavra:

Houve alguns momentos tensos em uma audiência legislativa do estado de Oregon (EUA) no início da segunda semana desse mês de maio, quando um grupo de revisionistas falou contra um projeto de lei que exigiria educação sobre o holocausto judeu em escolas públicas.

O projeto de lei do Senado 664 estava passando pela legislatura com alguma oposição. Mas quando o Comitê de Educação da Câmara estava prestes a aprovar a medida, vários membros do público protestaram contra a veracidade tida como “inquestionável” do Holocausto Judaico afirmando que o Revisionismo histórico desmascarou muitas das ditas “verdades irrefutáveis”.

Isso levou a presidente da comissão, a deputada Margaret Doherty (Democratas de Tigard), a limitar severamente o testemunho que ela chamou de “ofensivo”.

Seu movimento provocou uma explosão de Thomas Madison de Salem, que queria continuar.

“Este é um testemunho público, um lugar onde as pessoas vêm para discutir questões de esquerda e direita. E você me impediu de fazer isso ”, disse ele.

“Sim, eu fiz”, respondeu Doherty.

Após a retirada dos revisionistas num claro movimento de censura e conveniência, o comitê votou de nove a zero para enviar a conta ao plenário da Câmara. Se aprovado, as escolas de Oregon serão obrigadas a ensinar sobre o Holocausto como “genocídio inquestionável” a partir do ano letivo de 2020.

Fonte: KLCC – 89.7 NPR for Oregonians

Publicado originalmente em 9/5/2019.

Siga em:

Andre Marques

Brasileiro, estudante de Direito e atuante na área de marketing é fundador e editor do site O Sentinela (abril de 2013).
Andre Marques
Siga em:
Nos ajude a espalhar a palavra:

One thought on “Revisionistas tentam derrubar a lei de educação obrigatória sobre o Holocausto no Oregon e são censurados”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.