Irmã de Anne Frank afirma: Fotos da “libertação de Auschwitz” são falsas

Nos ajude a espalhar a palavra:

Na penúltima segunda-feira (27/1), uma ilustre e peculiar ex-interna dos campos de concentração afirmou que as fotos que mostram a libertação de Auschwitz não são reais, porque nenhuma foi tirada no campo de concentração.

A meia-irmã de Anne Frank, Eva Schloss, de 90 anos, que foi enviada para o notório campo na Polônia ocupada pelos alemães aos 15 anos de idade, apareceu no Good Morning Britain hoje para discutir o 75º aniversário de sua libertação. Eva tinha 23 anos quando sua mãe Fritzi se casou com Otto Frank, fazendo dela a meia-irmã póstuma de Anne Frank, que haveria morrido oito anos antes no campo de concentração de Bergen-Belsen em 1945.

Ela passou oito meses em Auschwitz antes da libertação do campo e evitou ser levada a uma marcha da morte pelos que fugiram com prisioneiros, porque ela e sua mãe dormiram demais e foram deixadas para trás. No entanto, a sobrevivente alegou que as fotos do Exército Vermelho Soviético liberando o campo são falsas, porque os soldados russos não trouxeram câmeras e diz que houve uma forte nevasca em Auschwitz na época, o que não é mostrado nas fotos.

Eva Schloss, na Holanda, na época em que sua família foi para Auschwitz, na Polônia.

Ela alegou que as fotos, que aparentemente mostram a libertação, foram de fato tiradas em “outros campos”, mas ela não explicou quais na entrevista.

Ela disse: “Não foi apenas Auschwitz, mas os russos estiveram em todos os campos na Polônia e isso realmente não é conhecido. Outra coisa que eu gostaria de destacar: há muitas fotos dos russos libertando Auschwitz e nunca há neve.”

“Honestamente, a neve estava alta, eu estive na embaixada russa uma vez e disse: Algo me intriga, essas fotos são falsas”. Eles disseram: ‘Bem, sim, elas não são falsos’, mas quando o exército chegou, eles não tinham câmeras, não tiraram fotos. Só muito mais tarde eles tiraram fotos, veja agora, mas isso definitivamente não está em Auschwitz e nem na libertação de Auschwitz”.

Algumas fotos oficiais da “libertação de Auschwitz” que ilustram os livros de história e escolares

Na foto, supostamente mostrando soldados soviéticos do exército vermelho da primeira frente ucraniana com prisioneiros libertados do campo de concentração de Auschwitz na Polônia ocupada pelos alemães, em 1945. Eva Schloss afirmou agora que esta e outras fotos foram “tiradas em outro campo”, mas isso indica claramente a sua falsificação.
Foto disponibilizada pelo Memorial e Museu de Auschwitz mostrando prisioneiros do campo de concentração de Auschwitz-Birkenau após a “libertação de Auschwitz”. No entanto, Eva Schloss afirmou que esta foto foi tirada em outro lugar e não mostra Auschwitz. Claramente uma adulteração oficializada.
Foto disponibilizada pelo Memorial e Museu de Auschwitz mostrando prisioneiros do campo de concentração de Auschwitz-Birkenau após a libertação de Auschwitz. No entanto, Eva Schloss afirmou que esta foto foi tirada em outro lugar e não mostra Auschwitz. Claramente uma adulteração oficializada.

Como viviam antes em Amsterdã, Fritzi, a mãe de Eva, se aproximou de Otto Frank, o único membro da família Frank, na volta para a Holanda e se casaram em 1953. Apesar de ela enfatizar que sua mãe fora enviada para a morte após ser selecionada para ser “gaseada”,  tanto ela quanto sua mãe não foram mortas nos campos e ela não explicou como seu pai e irmão morreram. Todos retornaram e foram viver em Viena, na Áustria, ao final da guerra.

O famigerado “Diário de Anne Frank”, livro best-seller mundial ainda vendido por todo o mundo como baseado em fatos reais, já foi desmascarado por muitos estudos como uma obra falsa de ficção adulterada. O mais conhecido deles é Robert Faurisson, em seu livro disponível em nossa livraria em português, Quem escreveu o Diário de Anne Frank.

Fonte da notícia: Dailymail

Veja Também:

Novas páginas do “Diário de Anne Frank” provam: Seu pai escreveu maior parte do diário

Andre Marques
Siga em
Nos ajude a espalhar a palavra:
Gostou do artigo? Você pode contribuir para o site com uma doação:

One thought on “Irmã de Anne Frank afirma: Fotos da “libertação de Auschwitz” são falsas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + catorze =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.