Donald Trump, o novo “rei” de Israel

Nos ajude a espalhar a palavra:

Em meu artigo “Trump é o presidente ‘de Israel’ dos EUA”, eu escrevi que ele serve apenas aos interesses de Israel e não dos Estados Unidos, e com a devida comprovação. Agora minhas afirmações foram confirmadas, pois Trump foi declarado “rei” de Israel.

O famoso radialista dos Estados Unidos, Allyn Root, descreveu Trump como o “maior presidente para os judeus e para Israel da história mundial”.

Então ele disse, “em Israel, os judeus amam Trump como se ele fosse o rei de Israel” e ele é “a segunda aparição de Deus”.

Trump agradeceu Root pela homenagem, em um Tweet:

Em junho de 2016, Root se descreveu como “um judeu que tornou-se um cristão evangélico”. Esses “cristãos” estão longe disso, mas são fanáticos hipócritas.

A partir de novembro de 2016, ele vem dizendo que Donald Trump é o primeiro presidente judeu, no sentido de que Bill Clinton tenha sido frequentemente caracterizado como “o primeiro presidente negro”.

O filho de Netanyahu engrossa o coro a favor de Trump e tuitou: “Em Israel, nós amamos o presidente Trump! O melhor amigo que os judeus podiam ter na Casa Branca! Obrigado!”

Mas também existiram críticas a Root, conhecido por odiar os muçulmanos. A propósito do tiroteio em Las Vegas, ele afirmou que seriam terroristas do ISIS e tentou com isso canalizar o ódio nos muçulmanos.

Um completo absurdo, pois o ISIS foi criado pela CIA e pelo Mossad, para destituir Assad.

Pelo fato de Trump fazer tudo por Israel, até mesmo um assentamento judaico nas terras roubadas dos sírios nas Colinas de Golã recebeu seu nome, as Colinas de Trump (Trump Height).

Trump se prostrou de tal forma, que apenas uma coisa pode explicar: os sionistas possuem algum material contra ele. Por isso, para mim, ele se chama Trumpstein, ele foi epesteinzado!!!

Trump considera a si próprio o escolhido por “Deus”, ele confirmou isso na quarta-feira. Diante da Casa Branca, ele foi perguntado pelos repórteres, se uma guerra comercial contra a China não iria prejudicar os EUA?

“Alguém tem que fazê-lo. Eu fui o escolhido para isso”, disse olhando para os céus

Os grandes crimes da humanidade foram sempre cometidos por aqueles que afirmam ter ouvido Deus e este teria lhe ordenado declarar guerra.

Mas foi o diabo, não Deus!!!

Publicado originalmente em 22/8/2019.

Fonte traduzida: Inacreditável

Fonte original: Alles-Schall und Rauch

Siga em:

Andre Marques

Brasileiro, estudante de Direito e atuante na área de marketing é fundador e editor do site O Sentinela (abril de 2013).
Andre Marques
Siga em:
Nos ajude a espalhar a palavra:

One thought on “Donald Trump, o novo “rei” de Israel”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.