fbpx

A Alemanha anunciou restrições mais rígidas para aqueles que não foram vacinados contra COVID-19. A mídia local cunhou isso como “bloqueio para os não vacinados”.

As pessoas que não forem vacinadas não terão acesso a lojas, restaurantes ou locais não essenciais de cultura ou lazer, como jogos de futebol. Aqueles com imunidade natural que tenham se recuperado recentemente de COVID, serão admitidos.

Cerca de 68,7% da população da Alemanha está totalmente vacinada, bem abaixo do mínimo de 75% que seu governo almeja.

O anúncio foi feito pela chanceler Angela Merkel, que se reuniu com ela para ser o sucessor de Olaf Scholz e com os líderes das 16 regiões do país para discutir planos para novas restrições.

“A situação em nosso país é grave”, [chamando a medida de] “ato de solidariedade nacional”. – Angela Merkel, Chanceler da Alemanha

A vacinação também pode se tornar obrigatória na Alemanha em fevereiro de 2022. Merkel anunciou que os planos para a vacinação obrigatória foram debatidos no parlamento e as decisões virão em breve.

A Alemanha está registrando um aumento no número de casos, hospitalizações e admissões na UTI.

“Temos muitos cidadãos vacinados, mas não o suficiente para prevenir outra onda de infecções. Aqueles que não foram vacinados devem fazê-lo, e este é o meu apelo pessoal urgente.” – Angela Merkel

Muitos ficam frustrados com declarações como esta de líderes políticos, pois eles não seguem a ciência. As vacinas COVID não interrompem a transmissão ou infecção, questionando se os mandatos e a vacinação podem interromper a propagação da COVID. Além disso, a nova variante do Omicron percorreu o mundo por meio de pessoas vacinadas que podiam viajar.

Milhares protestaram na Alemanha depois que as restrições anteriores ao coronavírus foram anunciadas. Espera-se que mais protestos surjam após esses anúncios também.

Apenas algumas semanas atrás, a Áustria se tornou o primeiro país a tornar as vacinas obrigatórias, e a Grécia anunciou que começará a cobrar uma multa para adultos com mais de 60 anos não vacinados.


Fonte: Renegade Tribune

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Quer receber nossas notificações?    SIM! Não, obrigado (a)