fbpx
A Síria enfrenta o terrorismo da mídia orquestrado por certos países hegemônicos

DAMASCO – O ministro da Informação, Imad Sarah, afirmou que a Síria enfrenta o terrorismo da mídia orquestrado por certos países para subjugar qualquer lado que resista a eles.

Durante a inauguração do funcionamento virtual da 10ª sessão da Assembleia Geral da União das Rádios Televisivas Islâmicas em Teerã, Sarah destacou que a Síria enfrenta as piores formas de terrorismo armado, econômico e midiático com o objetivo de destruir sua infraestrutura, demonizar e transformá-lo em um estado falido.

Ele enfatizou que 40 jornalistas sírios morreram mártires e mais de 60 ficaram feridos em sua luta lado a lado com o Exército Sírio para manter a soberania e o orgulho de seu país.

Ele denunciou que o Ocidente aplicou em vários países árabes, incluindo a Síria, a chamada “guerra de quarta geração”, que inclui guerras sujas, levantes contra o governo e atos de matança de crianças e mulheres.

Ele ressaltou que o amplo apoio popular ao presidente, Bashar al-Assad, nas últimas eleições presidenciais, tem conseguido refutar a propaganda que os inimigos lançaram contra a Síria nos últimos anos.

Cabe destacar, que na terça-feira foi inaugurada em Teerã a 10ª sessão da Assembleia Geral da União das Rádios Televisivas Islâmicas, que conta com a participação de representantes de vários países árabes e islâmicos: Síria, Iraque, Líbano, Iémen, Palestina, Turquia e Afeganistão.


Fonte: Oriente Mídia

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Quer receber nossas notificações?    SIM! Não, obrigado (a)