151 anos da imigração polonesa no Paraná

Neste ano de 2022, é comemorado os 151 anos da chegada dos primeiros imigrantes poloneses ao Paraná.

A Polônia, situada na Europa Central, foi constituída como Estado no ano de 966, sofrendo modificações em suas fronteiras devido as várias invasões e dominações estrangeiras. Os poloneses viveram muitas adversidades, foram submetidos às mais diversas privações, fazendo com que muitos tivessem que abandonar a terra natal em busca de espaços onde pudessem viver com liberdade. Todas essas batalhas fizeram com que a história da Polônia e dos poloneses se tornasse uma história de lutas para a conquista da liberdade e independência política conseguida em 1918.

Sucessivas guerras, desorganização interna, interferências externas possibilitaram que em 1795 a Polônia fosse tripartida entre a Rússia, Prússia e o Império Austro-Húngaro. Foi neste período de crise, sem nenhum tipo de auxílio, influenciados pela propaganda brasileira feita na Europa – febre brasileira -aconteceu o grande fluxo imigratório para o Brasil com destaque para o Paraná. As primeiras famílias chegaram em 1869, instalando-se em Brusque, Santa Catarina. Em 1871, dezesseis famílias saíram de Brusque e instalaram-se no bairro Pilarzinho em Curitiba. Posteriormente, vieram outras famílias que instalaram-se em Abranches e nas Colônias Tomás Coelho, Murici, dentre outras.

Quanto a Irati, como mostra em matéria o Folha de Irati, segundo Orreda (2007) os primeiros poloneses e seus descendentes, chegaram em 1904, eram provenientes destas Colônias; fixaram-se na Serra dos Nogueiras e os que vieram posteriormente, instalaram-se em diversas localidades e na jovem cidade.

Os agricultores eram em maior número, mas também vieram os que se dedicavam ao comércio, à indústria, à carpintaria e os artesãos, como os oleiros. Gluchowski (1924), primeiro Consul da Polônia no Brasil, ao visitar o interior do Paraná em 1923, no livro “Os poloneses no Brasil”, escreveu que “a colônia Irati é uma bela prova e exemplo do vigor do nosso camponês” (p. 75). Além das atividades laborais que exerciam, trouxeram a cultura representada pela língua, música, gastronomia, arquitetura e religiosidade. Com sua presença e seu trabalho contribuíram para o crescimento do município e construção da identidade da região.

Para Irati a data é especial, além da comemoração dos 150 anos da imigração no Paraná, comemoramos os 101 anos da fundação da atual Sociedade Beneficente Cultural Iratiense, conhecida como Clube Polonês, idealizada e construída pelos poloneses, inicialmente como escola étnica e depois transformada em sociedade.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.